15 dias pela Austrália – Brisbane (Parte 1)

Eba! Cheguei à Brisbane. De Sydney para Brisbane o voo tem duração de uma hora e meia. Foi bem rápido e tranquilo, como não tinha muita gente indo para lá nesse horário, o avião estava bem vazio.

Chegando à Brisbane resolvi pegar o ônibus que faz o translado do aeroporto para a cidade. Uma coisa que eu gosto nesses ônibus é que em cidade menores aqui na Austrália (como Brisbane, Perth e Adelaide) eles te deixam no hotel / buscam você no lugar que você esteja hospedado. Já em cidades como Melbourne e Sydney esta comodidade não está disponível, pelo menos não nos principais serviços de translado.  A dica é sempre ler melhor sobre as opções de translado que isto vai ajudar você a economizar uma boa grana com táxi se você estiver viajando desacompanhado.

Eu estava hospedado em um hostel (albergue) chamado “Brisbane Backpackers”. Era bem grande, com piscina, bar, etc. Muita gente de várias partes do mundo e de todas as idades. Eu fiquei em um quarto sozinho, sem precisar dividir com ninguém, mas ali dava para até 4 pessoas dormirem. Se você for viajar com mais amigos ou em família, esse tipo de quarto pode ser uma opção barata e divertida. Veja algumas fotos do hostel!

Fachada do Hostel em Brisbane.
Quarto partilhado do hostel.
Tem até piscina.
E quadra de tênis.

Depois de me ajeitar no quarto, resolvi ir andar para o centro da cidade. Do hostel até o centro era cerca de uns 20 minutos. Peguei o mapinha e fui. O centro de Brisbane me surpreendeu bastante, já que eu tinha em mente algo mais agitado como Melbourne ou Sydney, mas chegando lá estava tão calminho e tranquilo que até pensei que era um final de semana rs. Como quase todas as cidades australianas são limpas e organizadas, Brisbane não era diferente.

Perto do meu hostel, ficava a famosa roda gigante de Brisbane chamada “The Wheel of Brisbane”, que tem como seu principal patrocinador o canal 7 da televisão aberta australiana. Infelizmente, eu não fiz esse passeio de andar na roda gigante (ainda!), mas para quem tiver um tempinho, dizem que lá de cima é possível ter uma visão incrível da cidade. A roda gigante está localizada em South Bank. Veja o mapa e algumas fotos:

Mapa do centro de Brisbane.
Praia artificial em Brisbane.
Brisbane.
The Wheel of Brisbane.

Logo depois, passei para o lado onde fica o centro da cidade, cruzei a ponte “Victoria Bridge” e dei de cara com o cassino “Treasury & Casino” que possui uma arquitetura bem bonita.

Treasury & Casino.
Treasury & Casino.
Treasury & Casino iluminado.

Continuei andando e entrei na principal rua de Brisbane, chamada Queen St. Nela só é possível transitar a pé (carros nem pensar!). É um grande calçadão com muitos restaurantes, bares, shoppings e lojas em geral. A Queen St fica bem agitada durante o dia.

Passeio só a pé pela Queen Street.

Fui até o final da Queen St para ver onde era o prédio da Kaplan – que àquela hora na verdade já estava fechada – porque no dia seguinte logo pela manhã eu tinha que gravar um vídeo lá nesta escola e queria me certificar de como chegar lá.

Depois dessa caminhada para conhecer um pouco de Brisbane, comi por ali mesmo e voltei para o hostel.

The Wheel of Brisbane vista do outro lado do rio.

E assim foi o primeiro dia em Brisbane. =)

Mail