Como encontrar estadia para intercambistas do Ciência Sem Fronteiras

Intercâmbio

Depois da qualidade educacional, a hospedagem é o item mais importante para quem vai fazer intercâmbio pelo Ciência Sem Fronteiras. O aluno bem localizado aproveita melhor a estadia internacional, podendo conhecer os pontos turísticos e dispondo de serviços próximos, como mercado e farmácia.
Por isso, a preocupação dos futuros intercambistas com a moradia é grande. Afinal, a maioria dos estudantes nunca visitou o país em que se hospedará. Então, se você quer realizar intercâmbio pelo programa, fique atento às dicas a seguir, que te ajudarão a encontrar uma boa moradia!

Converse com sua universidade

A maneira mais fácil de escolher onde morar durante o intercâmbio é pedir o auxílio da universidade. Algumas faculdades possuem convênio com alojamentos universitários em países estrangeiros.
Nesses casos, o estudante pode ficar hospedado em um quarto privativo ou compartilhado, por um preço mais acessível. Basta apresentar o formulário de interesse e documentos solicitados. Veja na sua universidade, o quanto antes, se há essa possibilidade. Geralmente, os alojamentos são bastante procurados e comportam um número limitado de estudantes.

Diretamente na imobiliária

moradia

Quem não conseguir ou não quiser ficar em residências estudantis tem a opção de alugar um apartamento diretamente em uma imobiliária. Porém, a burocracia nesse caso será um pouco maior, pois o estudante deverá realizar todos os procedimentos sem um intermediário.
Para facilitar a tarefa, é comum intercambistas que já estão planejando voltar ao Brasil oferecerem sua moradia para novos turistas.

Mail