Como fazer uma pós-graduação em Melbourne?

como-fazer-uma-posgraduacao-em-melbourne.jpeg

A Austrália é conhecida pela excelência no ensino. Por isso, uma pós-graduação em Melbourne — uma das mais importantes cidades do país — pode ser um grande diferencial na carreira de qualquer profissional.

Mas como fazer uma pós em Melbourne? A seguir, falamos um pouco sobre a cidade, mostramos por que é uma boa estudar lá e o que você precisa saber para conquistar esse objetivo. Confira!

Por que fazer uma pós-graduação na Austrália?

Segundo o jornal inglês The Telegraph, a Austrália é um dos 10 melhores países do mundo quando o assunto é ensino superior. Essa excelência se reflete nos programas de pós-graduação oferecidos no país, com cursos de reconhecimento internacional.

Fazer uma pós na Austrália é uma boa ideia também porque se trata de um dos países mais acolhedores com estrangeiros. Além disso, você pode estudar com boa qualidade de vida, desfrutando de segurança, transporte público de primeira, belezas naturais e muitas atrações culturais.

Por fim, é importante saber que, caso você queira conciliar estudos com trabalho, a Austrália é um dos poucos países do mundo que permite ao estrangeiro exercer atividades remunerados durante o seu intercâmbio.

As vantagens profissionais de um intercâmbio

Realizar um intercâmbio conta como um importante diferencial no currículo, e os motivos são vários.

Fazer uma pós-graduação na Austrália significa praticar intensamente o inglês, idioma indispensável no mercado de trabalho. O intercâmbio é um indicativo de que você realmente domina a língua, muito mais do que um simples “inglês avançado” escrito no currículo.

Além disso, se você cursa uma pós em uma cidade como Melbourne, logo se torna valorizado no mercado. Afinal, é um sinal de que teve acesso a estudos de primeira qualidade.

O mercado profissional valoriza quem sai de sua zona de conforto e busca novos desafios e aprendizados. Os estudantes que fazem uma pós em outro país se encaixam perfeitamente nesse perfil, uma vez que se lançaram ao exterior para se qualificarem melhor.

As empresas veem esses profissionais como corajosos, interessados e capazes de lidar com crises. Isso porque o intercâmbio é uma experiência de aprendizado não só dos conhecimento de uma área, mas também sobre como se adaptar a outro estilo de vida, “se virar” no dia a dia e valorizar outras culturas.

Conheça Melbourne

Melbourne é a capital do estado de Victoria, localizado no sudeste da Austrália. É a segunda cidade mais populosa do país (perde apenas para Sydney), com pouco mais de 4 milhões de habitantes. Seu clima é temperado oceânico, com estações bem definidas, em que o inverno é mais chuvoso e o verão, de dias quentes e secos.

Considerada um importante centro industrial, comercial e cultural, Melbourne detém o título de melhor cidade do mundo para se viver há sete anos, no ranking da revista The Economist. A arquitetura local mistura um estilo vitoriano e contemporâneo, com belos parques e jardins e um multiculturalismo vibrante.

Entre suas principais atrações, estão diversos museus (como o Melbourne Museum), galerias de arte (como o Performing Arts Museum) e belas praias (entre as mais bonitas, estão a St. Kilda Beach e a Brighton). Vale destacar também o Jardim Botânico Real, o Rio Yarra e a Catedral de São Patrício.

Pós-graduação em Melbourne

Melbourne conta com diversas universidades, e todas primam pelo ensino de qualidade, portanto são muitas as opções. Vamos conhecer as principais?

RMIT University

A Royal Melbourne Institute of Technology (conhecida como RMIT University) é uma universidade fundada em 1887. Tem reputação internacional nos estudos de tecnologia e design, com cursos de grande reconhecimento em áreas como arquitetura, arte, engenharia, administração e comunicação.

La Trobe University

Com diversos campos, a La Trobe University foi fundada em 1964. Em 2015, foi eleita uma das melhores universidades do mundo com menos de 50 anos pela Times Higher Education. É considerada uma referência, especialmente nas áreas de humanas e de artes. 

Monash University

A Monash University é a maior universidade da Austrália, presente em quatro continentes (além da Oceania, há unidades na Ásia, Europa e África). Fundada em 1958, é reconhecida como uma das melhores universidades do mundo e famosa pela criatividade e inovação. Tem cursos em diversas áreas, como direito, enfermagem, farmácia, design, economia e medicina.

Swinburne University

Fundada em 1908, a Swinburne University também foi eleita pela Times Higher Education uma das melhores universidades com menos de 50 anos. Sua escola de arte e design é vista como das mais importantes do mundo. Mas a qualidade da instituição está presente nos diversos cursos que oferece.

Deakin University

A Deakin University foi fundada em 1974 e tem mais de 50 mil estudantes. É considerada uma das universidades com crescimento mais exponencial no ramo da pesquisa na Austrália. Sempre figura nas listas de melhores universidades de organizações como a Times Higher Education e a Academic Ranking of World Universities.

Como conseguir uma vaga?

Como os cursos de pós-graduação costumam durar, ao menos, um ano, é preciso tirar o Visto de Estudante para viver na Austrália. Para se candidatar a uma vaga de mestrado, doutorado ou MBA nas universidades, alguns pré-requisitos são necessários.

A maioria das instituições aceita certificados como o TOEFL e o IELTS acadêmico para a comprovação de proficiência. Geralmente, cobra-se também o histórico escolar da graduação (e de outra pós, se for o caso).

No caso dos cursos que exigem habilidades específicas (como design gráfico ou música), pode ser cobrada a apresentação de um portfólio ou mesmo a realização de uma prova prática. Por fim, pode ser preciso fazer contato com um orientador ou supervisor específico na universidade desejada, caso o estudante tenha interesse em realizar um programa que inclua desenvolvimento de pesquisas e projetos acadêmicos.

Para se candidatar aos programas de pós-graduação em Melbourne, é preciso ficar atento ao calendário letivo da Austrália e aos prazos específicos de cada instituição. As aulas da pós costumam começar em março, e podem se dividir em semestres ou trimestres.

Por isso, as candidaturas acontecem, geralmente, no segundo semestre do ano anterior, entre agosto e outubro. O prazo varia conforme cada universidade e mesmo de acordo com o curso escolhido.

Bolsas

Em alguns casos, é possível se candidatar a bolsas de pós-graduação para estudar em cidades australianas como Melbourne. Há bolsas oferecidas por programas do governo, com o Research Training Program (RTP), voltado para a pesquisa acadêmica nas mais diversas áreas. A solicitação da bolsa é feita diretamente à universidade escolhida. Vale ficar atento, pois os prazos vão de agosto (do ano anterior ao começo do curso) até janeiro.

Os critérios para conseguir uma bolsa do RTP variam conforme a universidade. Geralmente, para além da comprovação de inglês fluente e do histórico escolar, leva-se em conta fatores como o prestígio da universidade em que o estudante se formou, seus méritos acadêmicos e o potencial da pesquisa apresentada.

Como você pôde notar, são muitos aspectos a serem levados em conta. Por isso, o ideal é procurar uma agência de intercâmbio de qualidade para lidar com as burocracias envolvidas e fazer as melhores escolhas a fim de aproveitar ao máximo a experiência de estudar na Austrália.

Gostou de saber sobre pós-graduação em Melbourne? Para ficar ainda mais por dentro, confira nosso material sobre fazer intercâmbio nessa fascinante cidade!

Mail