Conheça as principais cidades para fazer intercâmbio na Nova Zelândia

principais cidades para fazer intercâmbio na Nova Zelândia
Conheça as principais cidades para fazer intercâmbio na Nova Zelândia

A Oceania é um dos continentes mais procurados pelos brasileiros que sonham em fazer um intercâmbio. Além do clima parecido com o do Brasil, o local é uma das opções mais baratas para se viver, tanto em relação ao valor do dólar quanto ao custo-benefício para os moradores e turistas.

Dois países, Austrália e Nova Zelândia, se destacam entre os preferidos pelos intercambistas, com belas universidades e instituições de ensino, segurança e saúde de qualidade. Conheça as principais cidades para fazer intercâmbio na Nova Zelândia!

Auckland

Maior cidade neozelandesa, Auckland é muito procurada por estudantes. Isto se deve às temperaturas similares com as daqui. É bem movimentada, com comércios e polos de tecnologia em grande número. Há também centros de biotecnologia e as produções de filmes e programas de TV são comuns por ali.

Com mais de um milhão de habitantes, conta com uma infraestrutura única, capaz de satisfazer aos estudantes que gostam de uma vida mais agitada com suas casas noturnas, restaurantes, cassinos e pontos turísticos, como a famosa Sky Tower – a edificação mais alta do Hemisfério Sul.

Há um grande contraste entre metrópole e natureza, com suas belas praias e paisagens encantadoras.

Wellington

Importante centro financeiro e comercial do país, Wellington é a sua capital. Considerado o polo cultural do país, sedia o museu nacional, conhecido como Te Papa, apresentações e escolas de balé, a orquestra sinfônica e a produção de muitos filmes.

As belezas naturais são destaque, pois é possível encontrar portos e montanhas. A cidade também é um centro gourmet, com diversas opções gastronômicas, uma das maiores concentrações de restaurantes do país.

Christchurch

Principal cidade da Ilha Sul, Christchurch reúne geleiras, fiordes, montanhas nevadas, jardins e parques em sua paisagem. É uma das escolhas para quem gosta de esportes radicais, para se sentir mais próximo à natureza, com passeios de barco e pescarias, em torno da península de Banks, e livre, já que um dos meios de transporte é a bicicleta.

Com sua arquitetura parecida com a inglesa, ela tem um ar mais sofisticado que se mistura com a produção primária de vegetais, cereais, uva, carne, horticultura, lã, produtos derivados de leite, dentre outros.

Dunedin

Centro de aprendizado neozelandês: assim é conhecida a cidade de Dunedin. Segura e bonita, ela também mescla plantas selvagens raras e animais a prédios históricos, museus e galerias de arte. Aos arredores, são encontradas casas históricas e fábricas.

A região costeira, de Otago, que está perto de Dunedin, contém belas praias. Elas, inclusive, são points de surfistas, já que os ventos e as ondas são desafio para quem gosta desta prática.

Queenstown

Em questão de paisagens, Queenstown é considerada a mais bela cidade da Oceania. Mas não é apenas isso que atrai turistas para residirem no local, sua infraestrutura é pensada para oferecer o melhor aos visitantes e moradores.

A Capital de Aventura do Mundo é o berço dos esportes radicais, com ski, snowboard, bungee jumping, mountain bike, rafting e muitos outros. Entretanto, ela também oferece tranquilidade, com passeios de barco, degustações de vinho e excursão à ilha de Tonga.

Tauranga

Uma das áreas de maior crescimento da Nova Zelândia, Tauranga é o maior centro de compras de Bay of Plenty. Conhecida por ser uma das principais cidades praianas do país, abriga belas praias e apresenta um clima mais quente.

Lá também está um dos vulcões mais famosos e visitados do país, o Monte Maunganui, região onde está a fortaleza Maori, o povo nativo da Nova Zelândia, famoso por sua dança típica, a Haka.

Mail