FINAL DE ANO E BUSCA DE UM NOVO LAR PARA 2012

No último dia de aula de 2011, a escola organizou um grande piquenique no Dockland Garden. Cada aluno deveria levar alguma coisa para comer ou beber. Eu aproveitei a ocasião para fazer os tradicionais brigadeiros brasileiros. Todos adoraram!

Meus deliciosos brigadeiros – sucesso total…

Até o diretor da escola, o Chris, entrou na dança! Ele ficou responsável por fazer o churrasco de salsichas para todos (muito comum nas festas australianas).

Chris preparando o churrasco australiano

Foi um dia incrível! Eu tive a chance de fazer novas amizades, conhecer alunos de outras classes e níveis.

E depois deste dia perfeito, o que mais poderia desejar: uma semana de férias para celebrar o final de 2011! Uebaaaaa!!!

Esse foi o segundo ano consecutivo que estou na Austrália para celebrar o primeiro Ano Novo do Mundo. Só que, desta vez, é bem diferente… Estou aqui sozinha. Sem meu noivo, família ou amigos de longa data para celebrarmos juntos esta Virada de Ano.

Para aproveitar a passagem de ano, aceitei o convite de uma amiga japonesa, da minha escola, chamada Tommy, para encontrá-la na Federation Square às 23h do dia 31/12 e assistir a queima de fogos.

Chegando na Federation Square, eu reparei que muitas pessoas estavam bebendo água, milk shake ou energético. Foi então que lembrei que aqui na Austrália não é permitido o consumo de bebidas alcoólicas nas ruas, havia até alguns policiais fiscalizando.

Agora entendo porque muitas pessoas preferem pagar caro para passar o Réveillon em uma boate, pois lá eles conseguirão beber tranquilamente.

Enquanto isso, na Federation Square, as pessoas estavam serenas e unicamente esperando o relógio bater meia-noite para ver os fogos chamuscarem.

E por fim, a tão esperada meia-noite chegou e deu início a queima de fogos, bem semelhante às comemorações no Brasil.

Como eu estava cercada por amigos japoneses, foi estranho não ter os tradicionais cumprimentos, abraços e beijos de Feliz Ano Novo. Essa é uma das diferenças culturais que aprendemos durante o nosso intercâmbio em outro país.

Cerca de 10 minutos após o final da queima de fogos, as pessoas já começavam a retornar para suas casas.

E 2012 iniciou!!!! Aproveitei o primeiro dia do ano para conhecer a Brighton Beach (famosa praia em Melbourne com casinhas coloridas na beira da praia).

Início de ano é assim: focamos nossa mente nos projetos e desejos que queremos realizar e iniciamos as nossas batalhas. Minha primeira batalha em 2012 é encontrar uma nova casa, pois meu contrato com a homestay termina em janeiro.

Para conseguir uma nova moradia, passei a entrar diariamente no website GUMTREE (site de anúncios muito famoso na Austrália, onde pessoas anunciam vagas para morar em casa e apartamentos, móveis, eletrodomésticos e várias outras coisas). A minha busca ficou focada nos bairros próximos a CBD, pois morar na City (centro da cidade) é muito mais caro.

Eu iniciei as visitas nas casas que eu fiquei interessada. Nestas visitas, fui acompanhada de uma amiga brasileira que tem um excelente nível de inglês, só para dar aquela forcinha. Inspecionei uma variedade de casas e apartamentos e tenho algumas dicas para passar:

1⁰) Você deve procurar um lugar em que você possa viver até o final do seu intercâmbio (mesmo que depois você acabe se mudando, é importante pensar em algo a longo prazo).

2⁰) Você deve equilibrar entre conforto x limpeza (quando todos na casa estudam e trabalham o dia inteiro, nem sempre a casa fica limpinha como a de nossos pais aqui no Brasil).

3⁰) Você precisa já ter definido se quer ou não quarto com mais alguém. Se você não tiver problemas em dividir quarto, qual o sexo da pessoa que você prefere dividir. E se acaso você tem preferência pela nacionalidade das pessoas que dividirão a casa.

Obs.: Não esqueça jamais dos seus intuitos com o intercâmbio, no meu caso, aprimorar e falar fluente Inglês. Então, é bom evitar uma casa com muitos brasileiros.

Durante a minha busca por moradia, me deparei com anúncios fraudulentos, onde as pessoas me pediam um depósito antecipado somente para eu realizar a inspeção, ou não permitiam fazer a inspeção antes de fechar a locação do imóvel. Geralmente, estes tipos de anunciantes já possuem texto pronto para os eventuais interessados.

POR ISSO, FIQUEM ATENTOS!!!

Fora esses anúncios, eu visitei casas lindas, confortáveis, porém caras. Visitei casas belas, baratas, mas para dividir o quarto com homens (o que não desejo). Também teve aquelas visitas a casas minúsculas onde as pessoas vivem espremidas.  Há de tudo, tem que ter paciência.

Vale dizer que, geralmente, os asiáticos buscam pessoas apenas orientais para viver em suas casas.

Pois é, por enquanto as inspeções continuam. Mas se alguém pensa que estou abatida ou cansada está muito enganado! Pelo contrário, estou cada vez com mais forças para superar mais este desafio. Lembrem-se: obstáculos surgirão a todo o momento. Temos que pulá-los e enfrentá-los. Além disso, o meu intercâmbio está apenas começando, assim como 2012.

Em breve trarei novos capítulos das minhas aventuras para encontrar minha nova casa e trabalho.

Mail