Por um Brasil que dê vontade de voltar.

O Brasil vive um momento de intensa manifestação popular. Cada vez mais e mais pessoas saem às ruas para mostrar a sua insatisfação com o governo, sua preocupação com o futuro do Brasil e também para lutar pelos seus direitos.

E não são aqueles que moram aqui que foram às ruas, mas também os brasileiros que vivem hoje em outras partes do mundo, eles se uniram a essas manifestações, mesmo à distância.

Em diversas cidades da Austrália, brasileiros, e muitos australianos, saíram de suas casas para se juntar nesse coro por um futuro melhor para o Brasil.

Confira os comentários de nosso consultor Felipe que participou da manifestação em Sydney.

“No dia 18 de Junho de 2013 às 16:30, contrariando a fama de ‘atrasados’, os brasileiros em Sydney já se organizavam no local marcado para a manifestação de apoio aos protestos que estão acontecendo por todo o Brasil. O evento estava marcado para as 17:00.

Pela descrição do evento na rede social, era para ser uma caminhada entre amigos, foram marcadas em torno de 12 pessoas no primeiro momento. Logo, a somatória de indignação dos acontecimentos dos dias anteriores no Brasil e a força das redes sociais, fez este mirrado número multiplicar para 2005 pessoas confirmadas na rede.

Particularmente, eu não botava fé nesta manifestação. Na primeira descrição do evento o que era combinado eram juntar as pessoas e caminhar de um ponto X até ponto Y no centro de Sydney, durante a hora do rush. Eu prontamente me recusei a ir ao evento, pois não achava justo que nossa indignação interferisse na vida do Sydneysider (pessoa que mora em Sydney), mesmo com tudo sendo combinado com a polícia anteriormente.

De qualquer maneira, após 600 pessoas confirmadas nas redes sociais, o trajeto foi cancelado e a manifestação agora deveria ficar parada em um lugar só. Com esta mudança a minha decisão de não tomar parte neste movimento também mudou, afinal, a indignação era compartilhada por quase todos os brasileiros e também por mim.

O lugar marcado era o Hyde Park, também no centro da cidade. Por conta do meu horário de trabalho, somente cheguei no lugar combinado as 17:45 mais ou menos. Conforme fomos nos aproximando do parque, o número de pessoas no grupo ia aumentando.

Pelo que minha vista conseguia contar, acredito que estávamos em pelo menos 800 pessoas naquele momento. Via pessoas indo embora e chegando a todo o momento. Ao todo, acredito que, pelo menos, as 2005 pessoas confirmadas no evento da rede social apareceram por lá, ou até mais!

Manifestação em Sydney.

Engraçado, me veio em uma frase que li cartaz no meio da multidão por aqui que dizia: ‘Eu quero ter vontade de voltar para o Brasil’. Acho que é isso que todo mundo que está aqui busca, sentir vontade de voltar para o Brasil.

Acredito que todos nós que estamos aqui dividimos o mesmo sentimento, a vontade de estar no Brasil neste momento. Para poder ir às ruas lutar por um futuro melhor, pelo futuro das pessoas que amamos e das pessoas que nem conhecemos. Queríamos nos juntar àquela massa, queríamos fazer a diferença de alguma maneira.

Felipe junto a manifestação em Sydney, por um Brasil melhor.

E acredito que conseguimos. Os jornais locais publicaram matérias sobre nós, os jornais no Brasil publicaram matérias sobre nós! Mas o mais legal aconteceu mesmo nas redes sociais. A cada foto que postávamos sobre o nosso pequeno movimento era seguida por pelo menos 100 ‘likes’ e ‘shares’. Pessoas que eu nem conhecia compartilhavam as fotos.

Hoje o que fica para nós é a discussão, a troca de ideias e a esperança de que nosso Brasil melhore para todos. Um Brasil para voltar!”

Conexão Austrália - Brasil.
Mail