Todos os jeitos de conhecer Melbourne.

E aí pessoal, tudo bem? Meu segundo post aqui no blog da Australian Centre. Espero que gostem… =)

Uma coisa que sempre me surpreende aqui em Melbourne, mesmo eu já morando aqui por 8 meses, é o transporte. Dentro da Austrália, o transporte de Melbourne é uma referência para as outras cidades, isto porque é extremamente fácil andar por aqui. Basicamente, Melbourne possui 3 serviços de transporte público: train (trem), tram (bondinho) e ônibus.

O train é o trem comum, igual aos que temos e conhecemos. Ele liga o centro aos bairros e cidades mais longes, sendo que as estações acabam sendo mais distantes umas das outras. Já o tram é um como se fosse um “bondinho” dentro da cidade. Ele também liga bairros mais longes ao centro, porém as estações são mais próximas uma das outras. Dentro da cidade em quase todo quarteirão existe uma parada de “bondinho”.

Esses dois transportes possuem duas zonas: Zona 1 e Zona 2. Dependendo da zona que você vive é necessário pagar um pouco mais. Normalmente a zona 2 fica em torno de 40 minutos de train da cidade.

Principal estação de train, Flinders Street Station.
Mapa do Train em Melbourne.
Train – o trem de Melbourne.
Mapa do Tram (bondinho) em Melbourne.
Esse é o famoso Tram de Melbourne.

Os ônibus são como os de qualquer outro lugar, só que bem mais vazios do que estamos acostumados no Brasil, e todos os pontos de ônibus tem uma “timetable” que informa os horários que os ônibus vão passar. Nós brasileiros custamos um pouco a acreditar que isso pode realmente funcionar, mas você pode ter certeza que funciona, viu? Faça chuva ou faça sol, o ônibus vai passar no mesmo horário que está marcado na “timetable”.

Ônibus de Melbourne.
Timetable em um ponto de ônibus.

Todos eles são integrados por um único cartão (como o Bilhete Único em São Paulo) que serve para todos esses três transportes. O Myki, como é chamado, pode ser carregado de duas maneiras:

  • Myki Money – Essa forma de utilização é a mais comum para as pessoas que não precisam pegar os transportes todos os dias. Isso porque você pode colocar qualquer valor no cartão e para cada vez que é utilizado é cobrada a taxa de AU$ 3,50 (dentro de duas horas você pode pegar os transportes pagando apenas essa taxa). Exemplo: se você pegar um ônibus e o trem para ir até a escola de inglês de manhã você vai pagar AU$ 3,50, depois que acabar sua aula, lá pelas 13h e você for voltar para casa, você irá pagar mais AU$ 3,50. Sendo assim seu gasto no dia será de AU$ 7.
  • Myki Pass – Já essa outra forma é para quem necessita pegar o transporte todos os dias. Isso porque esse sistema funciona como um pacote de dias (esse pacote de dias deve ser no mínimo 7 dias) e você pode utilizar quantos transportes quiser. Usando o mesmo exemplo anterior, se você pegar um ônibus e um trem de manhã para ir à escola, e um trem e um ônibus para voltar, com o Myki Pass você só vai pagar AU$ 4,30. A única diferença é que você precisa colocar dinheiro para os dias corridos. Ou seja, se colocar para 4 semanas de transporte você vai pagar cerca de AU$ 120. A diferença é que você está pagando por dias corridos (usando ou não usando você irá pagar pelo dia).

Existem ainda outros serviços como o V/Line, trens que levam você para cidades mais longes de Melbourne, o preço da passagem desse trem é um pouco mais cara. Eu, particularmente, nunca peguei esse trem, mas quando passa pela estação sempre me parece bem confortável.

Tram V/Line.

Outra coisa muito importante é que aqui você precisa passar seu cartão tanto na entrada quanto na saída do train e do ônibus (Touch On e Touch Off). Já no tram é apenas necessário passar o cartão na entrada. Nesses transportes sempre há fiscais no meio do caminho que verificam todos os passageiros, por isso, você precisa ter dinheiro disponível no cartão e estar em dia com seu touch on e touch off. Caso você seja pego sem dinheiro no cartão a multa é de cerca de AU$ 200. Então, fique sempre atento aos valores e dias que expiram seus créditos.

Ah, também existe um tram gratuito que tem como trajeto os principais pontos do centro de Melbourne (basicamente, ele dá uma volta por todo o centro da cidade). Tem vezes que eu pego esse tram para economizar, porque além de ser de graça, também posso ir ouvindo sobre a história dos lugares que ele vai passando. =)

Tram Turístico de Melbourne – bondinho gratuito que roda pelo centro da cidade.

Outra coisa interessante é que você pode alugar bicicletas por toda a cidade de Melbourne. Tem vários lugares que você aluga e devolve em qualquer outro ponto. Para usar essas bicicletas alugadas, você precisa pagar com cartão de crédito. Quando aluguei fiquei 2 horas com ela e paguei por volta de AU$ 20 (não é um meio muito barato, mas pode ser divertido de vez em quando).

Ponto de locação de bicicletas em Melbourne.

Então, escolha o seu transporte (ônibus, train, tram ou bike) e desvende todos os encantos de Melbourne do seu jeito.

Bom passeio!

Mail