Você está preparado para viver na Austrália? Descubra aqui!

Depois de muita pesquisa e consideração junto à família, você finalmente decidiu que vai mesmo fazer um intercâmbio, certo? Mas já considerou como será a experiência de morar em outro país, com uma cultura diferente da que está acostumado?

Neste texto, você descobre como é viver na Austrália, detalhes da cultura da ilha e ainda aprende como se comunicar bem em inglês com os australianos, conhecidos em todo mundo pela simpatia e sociabilidade. E não por aí: você vai se apaixonar pela qualidade de vida do país e aprender por que ter mente aberta é um passaporte para ser feliz por lá. Ao fim, ficará por dentro de tudo para tomar a melhor decisão. Vamos lá?

1. Seja organizado para não passar perrengue na viagem

A primeira dica é: seja organizado! Quando se quer fazer um intercâmbio, muitos problemas aparecem antes e ao longo da viagem. A melhor maneira de driblá-los, ou até de evitá-los, é fazendo um bom planejamento antes de arrumar as malas e pegar o avião. Mas saiba que, ainda assim, obstáculos podem aparecer no seu dia a dia e, para vencê-los, você precisa estar munido de algumas informações.

Ainda no Brasil, comece a definir o que pretende fazer no exterior: quer estudar inglês, aprimorar-se na sua área de conhecimento em uma universidade de prestígio ou trabalhar e juntar uma grana? Sim, na Austrália, é possível estudar e trabalhar ao mesmo tempo!. Se essa for sua opção, informe-se sobre o processo de aplicação do visto de estudante, com o qual você poderá se matricular em um curso com duração mínima de 14 semanas e ainda conseguir trabalhar 40 horas por quinzena. Veja as exigências e regras dessa e outras opções de visto para o país.

Escolhendo a escola de inglês

A maioria dos intercambistas que vão à Austrália têm em mente aprimorar o inglês. E como falar em aprender um idioma sem mencionar as incríveis escolas de língua inglesa na ilha? Para ajudar você a decidir em qual instituição se matricular, esteja atento à sua prioridade, pois há vários tipos de curso, desde o General English (Inglês Geral, em tradução livre) até o Doctoral Degree, para quem quer ter um diploma de doutorado.

Mas tenha certeza de que a Austrália tem algo a oferecer a você! Atualmente, são 1,2 mil instituições de ensino para estudar em um dos 22 mil cursos disponíveis. Já pensou? Mas qual opção representa melhor o que você quer para a sua vida? A partir da sua experiência acadêmica e profissional, escolha desde já o que deseja fazer na Austrália e afine ainda mais o seu planejamento:

  • cursos de língua inglesa;
  • cursos técnicos em várias áreas;
  • Bacharelado e pós-graduação em uma área do conhecimento;
  • MBA para aprender sobre negócios;
  • Mestrado ou Doutorado para virar um especialista.

Ah, agora que já conhece as suas possibilidades de estudo, que tal pesquisar mais sobre as escolas e universidades disponíveis? Em uma dessas instituições você pode achar o que mais combina com seu perfil. Mas de uma coisa tenha certeza: para viver no exterior, é preciso se libertar dos preconceitos.

2. Tenha mente aberta para viver na Austrália

Você já tem planos do que fazer na Austrália, não é? Então esta é a hora de liberar os seus preconceitos, meu caro. Explicamos: se antes você morava sozinho ou com sua família no Brasil, uma das primeiras situações com as quais pode se deparar na nação estrangeira é ter que se hospedar na casa de uma família ou até dividir um quarto com um colega.

Estar no mesmo espaço com uma pessoa “desconhecida” nem sempre é fácil, mas fará com que você cresça pessoalmente. Para isso, esteja certo de que é possível superar os desafios e tornar essa experiência em algo incrível. Da mesma forma, é preciso ter mente aberta quando for procurar um emprego na terra dos cangurus.

Muitos brasileiros conseguem ganhar uma boa grana, trabalhando como caixas de supermercado, garçons e até como pintores. Isso, além de aprimorar o seu inglês, coloca você em contato com situações reais do dia a dia e, com certeza, vai trazer um ganho durante o intercâmbio, não apenas profissionalmente (o melhor salário mínimo do mundo está na Austrália: são AU$ 18,29 por hora), mas também para a sua vida pessoal.

3. Controle-se para não gastar ou economizar demais

Você já sabe que vai ganhar bem trabalhando na Austrália, pois os empregos pagam um valor fixo por hora. Mas esteja atento para não gastar tudo de uma vez ou, por outro lado, deixar de aproveitar as atrações do país para economizar demais.

Cuidado, também, ao usar cartões pré-pagos, pois eles são uma mão na roda quando você precisa, mas podem se converter em vilões ao final do mês. A explicação é simples: o cartão depende da cotação da moeda no momento do vencimento e não no ato de compra. Encontre o meio termo entre os gastos e seja feliz!

4. Preste atenção ao sotaque quando falar inglês

Você está em um país estrangeiro e tudo de que precisa, a princípio, é ser compreendido, correto? Mas, antes disso, esteja preparado para tropeçar quando for se comunicar com australianos, pois, às vezes, principalmente em situações informais, é comum que o sotaque deles se destaque.

Os aussies são conhecidos por falarem de uma forma mais “preguiçosa”, mas isso tem a ver com a pronúncia de certos termos, que acabam perdendo o som das letras ao final das palavras, como é o caso de “fishing”, cuja pronúncia se torna “fishin”, e “what?”, que vira “wha?”. Nessas horas, é preciso que ser mais atencioso à pronúncia das palavras para conseguir ouvir e se expressar bem! Mas você vai conseguir lidar com isso em poucas semanas na ilha.

5. Entenda os costumes exóticos (ou não) dos australianos

Em todo lugar, existe algo que é comum ao povo local, mas que parece “exótico” aos olhos de um estrangeiro. Na Austrália não seria diferente, então, preste atenção aos costumes que são praticados por lá. A começar pela tradicional saída com a turma do trabalho parar beber em algum pub. Os australianos, cuja bebida preferida é a cerveja, gostam de aproveitar cada momento livre e o fazem regularmente em pequenos bares com os amigos.

Ah, e não se espante se vir uma plaquinha nos locais com a sigla BYO, ela é uma abreviação para “Bring Your Own” e significa que você pode levar sua bebida de casa para aquele pub. Mas lembre-se, é proibido consumir bebidas alcoólicas nas ruas, praias e locais públicos na Austrália. Além disso, se ficar com sede, saiba que existe uma lei que regulamenta que todos os estabelecimentos devem oferecer água (que vem da torneira e é potável) de graça para os clientes.

Gostou de saber essas novidades e está mais seguro para viver na Austrália!? Deixe o seu comentário no post contando quais são as suas expectativas para o intercâmbio.

Mail