| |

Atendimento

ATENDIMENTO

Brooklin (SP)
+55 11 5096 4555

Tatuapé (SP)
+55 11 2091 3288

Rio de Janeiro
+55 21 3283 9389

Belo Horizonte
+55 31 3309 3059

Curitiba
+55 41 3779 9004

Campinas
+55 19 3294 3733

Ribeirão Preto
+55 16 3877 2013

Sydney
+61 2 9267 5811

Melbourne
+61 404 244 875

Perth
+61 8 9225 4357

Agência Online
+55 16 3877 2013

Bogotá
+57 1 6915807

Solicite um
orçamento

Perguntas Frequentes

01) Qual a melhor cidade para estudar e morar na Austrália?

A escolha da cidade é algo muito subjetivo e varia de pessoa para pessoa. Você deve levar em conta as suas necessidades, interesses e, principalmente, o que você gosta de fazer em seu tempo livre e como você imagina que será a sua vida na Austrália.
Nós representamos diversas escolas nas principais cidades australianas e nossos consultores poderão lhe auxiliar na escolha da cidade que mais se adeque ao seu perfil e seu projeto.

02) Qual a melhor época para se fazer um intercâmbio?

Não há uma época certa para a realização de um intercâmbio. As escolas possuem diversas datas de início dos cursos que se iniciam. No caso de cursos de inglês, há opções de início todas as semanas do ano. Dessa forma, é possível organizar o seu curso de acordo com a sua disponibilidade para viajar.

03) Quanto tempo de curso preciso para falar inglês?

O tempo ideal de curso depende muito do seu conhecimento prévio de inglês e da sua facilidade em aprender. Não há como determinar um tempo padrão. Entretanto, na maioria dos casos, os estudantes que realizam 6 meses de curso conseguem atingir o nível intermediário-avançado do idioma.

04) Quanto tempo de antecedência preciso para organizar minha viagem para Austrália?

Nós aconselhamos você a dar início ao seu projeto com pelo menos 3 meses de antecedência, assim teremos tempo suficiente para fazer todas as etapas de seu processo com tranquilidade. Vale ressaltar que a Embaixada Australiana passa um prazo de 30 dias, após receber toda a documentação do estudante, analisar os documentos de uma aplicação para visto de estudo. Assim segundo nosso cronograma, teremos 1 mês para cuidar de sua matrícula, acertar os detalhes de sua viagem e organizar os documentos para seu visto.
Se você ainda não tiver o passaporte, você precisa entrar no site da Polícia Federal (www.dpf.gov.br), fazer o seu cadastro e agendar um dia para entregar os documentos necessários. Você pode solicitar o seu passaporte a qualquer momento, mesmo sem ter uma viagem agendada. Aconselhamos você fazer essa solicitação o quanto antes, pois alguns postos da Polícia Federal têm uma longa fila de espera para agendar a data para entrega dos documentos. Assim, você já terá o passaporte em mãos quando for dar início ao seu projeto.

05) Como conseguir o visto de estudante na Austrália?

Para adquirir o visto de estudante na Austrália, você deverá se matricular em um curso cadastrado no CRICOS e com duração mínima de 14 semanas, além de apresentar todos os documentos solicitados pelo Departamento de Imigração Australiano.
Confira a lista de documentos para a aplicação do Visto de Estudante no nosso site: http://www.australiancentre.com.br/site/australia/vistos.asp.

06) Como solicito meu visto para a Austrália?

A AC Australian Centre auxilia você no processo de aplicação de seu visto, já que essa é uma parte importante do planejamento de sua viagem.
Temos em nossa empresa um departamento próprio e especializado na assessoria para visto que lhe esclarecerá todas as suas dúvidas, lhe ajudará com a organização de todos os documentos para a solicitação de seu visto e acompanhará todo o processo até resposta da Embaixada da Austrália.
Dessa forma, nós oferecemos todo conforto e segurança aos nossos clientes, que podem organizar toda sua viagem em um só lugar, na AC Australian Centre!

07) Quanto tempo de validade terá o meu visto para a Austrália?

A validade do visto para a Austrália depende o tipo de visto solicitado.
O visto de turismo poderá ser válido por 3, 6 ou 12 meses.
O visto de estudo possui a duração do curso a ser realizado, podendo ser acrescido um período a mais de férias após o término sua conclusão. Em geral, a concessão desse período férias segue a seguinte regra:
Se o curso tiver duração entre 14 semanas e 10 meses, o visto poderá ter um mês a mais no final do curso.
Se o curso tiver duração superior a 10 meses, o visto poderá ter dois meses a mais de validade depois do curso.
E, finalmente, se o curso tiver duração superior a 10 meses e terminar entre Novembro e Dezembro, o visto de estudo poderá ser válido até dia 15 de março do ano seguinte.
Exemplo:
Se você escolher um curso de 6 meses de duração, a validade do seu visto será de 7 meses. A Embaixada da Austrália no Brasil concede geralmente um 1 mês a mais de visto em relação à duração do curso para que você possa tirar férias e viajar, ou ainda providenciar a renovação do visto.
Durante o período do curso o intercambista com visto de estudo pode trabalhar por até 40 horas quinzenais, porém, durante as férias concedidas pela Embaixada, ele pode trabalhar período integral.

08) É necessária a realização de exame médico para Austrália?

Para a aplicação de visto de estudante é obrigatória a apresentação de exame médico. A consulta para a solicitação do visto de estudo deve ser feita em um dos médicos credenciados junto a Embaixada Australiana e que serão eles que indicaram o laboratório para a realização dos exames necessários. Nossos consultores irão lhe entregar uma relação dos médicos credenciados durante uma visita sua a nossa agência e você poderá checar com eles quais aceitam o seu convênio médico.
Os pagamentos da consulta e dos exames são feitos diretamente para o médico e para o laboratório.
* A Embaixada pode solicitar exame médico para outros tipos de vistos caso julgue necessário.

09) É possível renovar meu visto enquanto estiver na Austrália?

A Austrália permite que os estudantes internacionais estendam o seu visto de permanência no país, tanto visto de turismo quanto de estudo. Para isso, você deverá procurar o Departamento de Imigração Australiano e apresentar a documentação exigida para a solicitação do novo visto.
Caso você queira tenha o visto de turismo e queira fazer a troca para um visto de estudante, será necessário que você saia da Austrália para fazer a nova aplicação de visto. Nossos escritórios no país podem ajudar com esse processo.

10) Eu posso trabalhar enquanto estiver na Austrália?

A permissão de trabalho na Austrália varia de acordo com o tipo de visto do viajante.
Visto de turista:
É importante dizer que as pessoas que viajam para a Austrália com o visto de turismo não têm permissão de trabalho.
Visto de estudante:
Quem viaja à Austrália com o visto de estudos pode trabalhar por até 40 horas quinzenais durante o período de aulas e período integral durante as férias escolares.
Working Holiday Visa:
Esse visto é concedido por até 1 ano, para pessoas menores de 30 anos e solteiras. Está disponível apenas para algumas nacionalidades. Infelizmente, aqueles que possuem somente o passaporte brasileiro não poderão solicitar esse visto.
Veja as nacionalidades e as regras deste visto no link:
http://www.immi.gov.au/visitors/working-holiday/417/countries.htm
Sponsorship Visa:
Este visto é concedido a profissionais contratados para trabalhar em empresas radicadas na Austrália. O visto de patrocínio não impõe restrições no número de horas de trabalho, no entanto, a pessoa precisa ter uma empresa interessada em patrocinar a sua ida para a Austrália e deverá trabalhar exclusivamente para a empresa patrocinadora.
Para mais informações visite o site da imigração australiana:
http://www.immi.gov.au/skilled/skilled-workers/sbs/index.htm#a
Vistos permanentes:
Existem formas legais de imigrar para a Austrália e obter um visto permanente. Esses vistos permanentes permitem que o imigrante trabalhe sem restrições na Austrália.
Para maiores informações sobre imigração envie um e-mail: vistos@australiancentre.com.br.

11) Posso mudar de escola na Austrália antes da conclusão do curso?

Somente se você estiver matriculado em um curso com duração superior a 6 meses e já tiver cursado no mínimo 6 meses de curso, nesse caso, você pode trocar de curso e de escola. Para isso, é necessário solicitar em sua escola atual uma carta de dispensa (Release Letter), fazer sua matrícula no novo curso que deseja realizar, atualizar ou trocar seu visto no Departamento de Imigração e, aí sim, iniciar seu curso na nova escola.
É importante observar o contrato firmado com a escola, pois trocar de escola antes do término do curso, muitas vezes não significa obter o reembolso dos valores que já foram pagos. Caso você não tenha concluído o mínimo de 6 meses de curso, a escola tem o direito de não permitir essa mudança.
É muito importante que cada caso seja analisado separadamente, pois sempre existem as exceções.
A AC Australian Centre auxilia seus estudantes na Austrália através de suas agências em Sydney e Perth para a escolha de novos cursos e para a extensão/renovação do visto no país.

12) É obrigatório adquirir Seguro Saúde para viajar para a Austrália?

Se você pretende estudar na Austrália por até três meses, receberá o visto de turismo e poderá adotar um seguro saúde de sua preferência e pagar apenas o tempo de sua permanência no país. Nesse caso, o seguro de saúde não é obrigatório, porém é muito aconselhável, pois, em geral, os custos de consultas médicas ou internações são altos em países estrangeiros. A Australian Centre oferece aos seus clientes excelentes opções de seguros saúde e de viagem.
As pessoas que viajam à Austrália com o visto de estudos deverão obrigatoriamente adquirir o seguro de saúde organizado pela instituição de ensino, chamado de OSHC (Overseas Student Health Cover).
O seguro saúde obrigatório deve ser quitado ainda no Brasil e, normalmente, os estudantes efetuam o pagamento juntamente com o valor do curso. O valor cobrado pelo seguro saúde é de aproximadamente AU$ 45,00 por mês.

13) Quais são os empregos mais comuns que um estudante pode conseguir?

O emprego dependerá muito do seu nível de inglês e qualificação. Em geral, quando o nível de inglês está entre o básico e intermediário, os estudantes encontram trabalhos em restaurantes, cafés, supermercados, hotéis e outros estabelecimentos comerciais, pois essas atividades não requerem um nível de inglês alto e podem ser conciliadas aos horários de estudos.
Se o estudante tem um bom nível de inglês, é qualificado, já trabalhou em boas empresas e tem flexibilidade de horários, é possível que ele consiga algum trabalho relacionado a sua área de formação.

14) Mesmo sem falar inglês consigo trabalhar?

Sim. Conquistar um emprego na Austrália depende do esforço e da iniciativa de cada um. É preciso "gastar sola de sapato" e "correr atrás". Obviamente, quanto melhor for o nível de inglês, melhores serão as opções de trabalho. Mas isso não significa que quem chega à Austrália com inglês básico fica sem trabalhar.
Se o estudante realmente estiver empenhado em arrumar trabalho, poderá trabalhar entregando pizza, limpando escritórios no período da noite, lavando pratos, fazendo sanduíches, repondo produtos nas prateleiras de supermercados, entre outros.
Nossos escritórios em Sydney e Perth oferecem aos nossos estudantes um Workshop Job Support que os ajuda a encontrar empregos no país, além de dar dicas de como preparar seu currículo, como se portar em uma entrevista e pequeno treinamento prático para as profissões mais comuns entre os estudantes internacionais.

15) É possível arrumar trabalho assim que chegar à Austrália?

Você pode começar a trabalhar assim que suas aulas começarem. O tempo de busca pelo emprego varia de acordo com cada estudante, dependendo muito de sua necessidade e interesse, do tipo do trabalho que procura e como organiza a sua busca. A maioria dos estudantes que realmente está interessada em trabalhar leva de 01 a 03 meses para conseguir um emprego. Muitos estudantes conseguem já em seu primeiro mês no país.
Durante toda a organização de seu intercâmbio, a nossa equipe de consultores irá passar diversas informações e dicas sobre como procurar empregos na Austrália, além disso, antes da sua viagem, você irá participar de uma exclusiva Sessão de Orientação de Viagem AC, onde receberá ainda mais dicas sobre empregos e o seu dia-a-dia no país.

16) Quanto é possível ganhar trabalhando na Austrália?

A remuneração na Austrália para estudantes estrangeiros é calculada pelas horas trabalhadas e os pagamentos são feitos semanalmente. Os empregadores pagam de AU$ 15 a AU$ 25 por hora, dependendo do tipo de trabalho e da atividade exercida e do nível de inglês.

17) Fazer um currículo na Austrália facilita para arrumar trabalho?

Elaborar um currículo funciona tanto para quem já possui um nível de inglês bem avançado e pretende procurar emprego em grandes empresas, quanto para quem não tem um inglês tão bom e busca o seu primeiro emprego em posições que requerem menos qualificações.
O importante é preparar o seu currículo de acordo com a vaga que você procura, apontando as suas qualificações, habilidades e experiências que são úteis para o cargo em questão. Se necessário, prepare um currículo para cada tipo de emprego que você for buscar.
Alguns estabelecimentos comerciais possuem o "aplication form", um formulário que os candidatos preenchem para tentar uma vaga de emprego naquela empresa.

18) Como posso encontrar trabalho na Austrália? Onde devo procurar?

Existem diferentes formas de se encontrar trabalho na Austrália e muitas delas bem diferentes do que estamos acostumados no Brasil.
Nós da Australian Centre sugerimos que você esteja sempre atento às oportunidades a sua volta. Seus amigos na escola podem lhe ajudar a encontrar um emprego, afinal de contas, a rotatividade de estudantes no país é grande e sempre existirá alguém voltando para casa e deixando sua vaga de emprego disponível na Austrália.
Também existem inúmeros websites de busca que funcionam como agências de ofertas de emprego: full time (período integral), part time (meio período) e casual job (emprego casual). Esse último é um tipo de trabalho que não tem hora ou dia da semana definidos, você trabalha apenas se o local tiver bastante movimento ou em eventos específicos. Faça sua busca nesses sites e fique por dentro de todas as oportunidades.
Não deixe de observar os anúncios de emprego publicados nos murais das escolas, ou ainda aqueles publicados nos jornais e revistas de bairro.
Outra maneira de conseguir um emprego é "gastando sola de sapato", e, literalmente, correndo atrás do seu futuro trabalho. Muitas ofertas de empregos são anunciadas nas vitrines, portas de entrada de lojas, restaurantes e hotéis. Mesmo que não tenha anúncio na porta, entre, converse com o gerente e entregue o seu currículo.
Prepare seu currículo (resume), fique ligado nas placas de "wanted" (anúncios de emprego colocados na vitrine dos estabelecimentos) e mãos à obra!

19) É verdade que para trabalhar na Austrália preciso ter conta em banco?

Sim, pois, quando você estiver trabalhando, o seu salário será depositado pelo seu empregador em conta bancária no país.

20) É fácil abrir uma conta em banco na Austrália?

Sim. Abrir conta em banco na Austrália é muito simples e o processo fica ainda mais tranquilo se você o fizer logo nas duas primeiras semanas após chegar ao país. Você precisará levar ao banco de sua escolha: seu passaporte, a confirmação de matrícula (COE) e comprovante de endereço na Austrália.
Algumas escolas ajudam os estudantes e já fazem esse processo em seu próprio campus. Mas lembre-se: depois de duas semanas de sua chegada ao país, as agências bancárias normalmente exigem a apresentação de mais documentos.

21) Qual será meu custo de vida na Austrália?

Não há um valor exato para o custo de vida dos estudantes, pois esses gastos variam de acordo com o padrão de vida que o estudante quer ter no país, o tipo de acomodação e a cidade escolhida.
A AC Australian Centre calcula que o estudante gaste em média entre 1.000 e 1.300 dólares australianos por mês em cidades de médio porte, como Perth e Brisbane, e de 1.200 a 1.800 dólares australianos para morar Melbourne ou Sydney.
Esses valores incluem: acomodação, alimentação, transporte, telefonia, Internet, lavanderia, claro, dividindo apartamento ou casa com outros estudantes.

22) Sou estudante, eu devo declarar o meu Tax (imposto)?

Sim, você deve. Todos que trabalham registrados devem fazer a declaração do Tax (imposto) na Austrália. A época para essa declaração inicia em 1º de julho e vai até 31 de outubro. Qualquer contador pode te ajudar com esse processo, mas devido à simplicidade e acesso a informações, muitas pessoas optam por fazer sozinhas as suas próprias declarações.

23) Quanto receberei na restituição de imposto que me foi descontado?

Quem teve um salário de até AU$ 6.000, no período do ano fiscal (1º julho até 30 de Junho do ano seguinte), terá direito a restituição total. Para quem recebeu entre AU$ 6.000 a AU$ 20.000, o imposto descontado será de 17% sobre o que exceder seis mil dólares. Já para quem recebeu entre AU$ 20.000 e AU$ 50.000, o imposto será de 30% sobre o que exceder vinte mil dólares.
A vantagem de fazer essa declaração corretamente é que muitas vezes você pode receber o reembolso de uma parcela do imposto que já foi pago na fonte.

24) Existe alguma outra dica relacionada a restituição do imposto pago?

Caso você tenha sido cadastrado como não-residente no Australian Taxation Office, procure mudar o seu status perante o Taxation Office para residente.
Geralmente, o cadastro como não-residente é feito por falta de informação ou porque na época do cadastro seu visto era inferior a seis meses. Se você declarar o Tax sem mudar o status, pagará o imposto como não-residente, o que significa um desconto de 48% sobre a renda total. Esse valor será bem menor para quem possui o status de residente.
Para fazer a mudança de status de não-residente para residente, basta ir até o Australian Taxation Office com o seu passaporte em mão e demonstrar que você tem visto para mais de 6 meses.
Além disso, nenhum estudante tem direito ao Medicare (seguro de saúde publico para residentes e cidadãos australianos), porém, uma quantia referente a esse serviço é descontada na fonte mesmo em caso de estudantes internacionais. Para você deixar de pagar esta quantia, basta preencher o formulário "Medicare Levy Exemption Form", disponível no site Medicare.
Se a sua renda anual for inferior a AU$ 13.808, você estará automaticamente isento do pagamento do Medicare e não precisa preencher o formulário.

25) Onde os estudantes moram?

A acomodação em casa de família, ou homestay, é a mais popular entre os estudantes internacionais. Em muitas escolas, essa é a única opção de acomodação oferecida aos seus estudantes.
Acreditamos que a acomodação em casa de família apresenta um ótimo custo benefícios para os estudantes internacionais, principalmente em seus primeiros dias no país estrangeiro. Pois a família dá um apoio ao estudante para conhecer a cidade, seus pontos mais interessantes, além de permitir que o estudante tenha contato full-time com o idioma inglês durante sua estada no país. Ainda no valor pago pela acomodação, além do quarto individual mobiliado, estão inclusos o café da manhã e jantar de segunda a sexta-feira, e café-da-manhã, almoço e jantar nos finais de semana e feriados, fazendo com que o estudante, apesar de poder pagar um pouco mais na acomodação, economize um pouco com alimentação.

26) Quais os tipos de acomodação oferecidos?

Casa de família: Morar em casa de família (homestay) é uma oportunidade de convívio com os costumes e cultura australiana, pois o estudante tem contato direto com o dia-a-dia dos nativos. Além disso, aprender inglês se torna uma tarefa fácil e interessante, já que cada situação é uma aula à parte, sem contar o apoio e a atenção que você recebe de uma "segunda" família.
Em homestay, o estudante tem direito a 3 refeições no final de semana e 2 durante a semana, podendo ficar num quarto sozinho ou dividir com algum outro estudante.

Residência estudantil: Algumas instituições australianas têm residências estudantis, onde o aluno pode escolher entre ficar num quarto sozinho ou com outro estudante, tendo a oportunidade de se integrar melhor. Esta opção normalmente não conta com alimentação, portanto as refeições podem ser feitas no refeitório do campus ou na cozinha comunitária da residência estudantil.

Share accomodation: Nos murais dos centros de ensino é possível encontrar anúncios de apartamentos e casas para alugar ou para dividir com outros estudantes. Essa opção é muito indicada para quem já está há algum tempo na Austrália e já se adaptou ao local, pois além de ser mais econômica também garante ao estudante uma liberdade maior.
Os estudantes não terão grande dificuldade em alugar apartamentos através de imobiliárias, conhecidas de “Real Estates” na Austrália. Na verdade, não existem muitas complicações em fazer um contrato de aluguel, é necessário efetuar um depósito “calção” chamado de “Bond” que será devolvido no final do contrato se o inquilino devolver o imóvel em bom estado.
Os contratos têm uma duração de normalmente 6 meses mais podem ser renovados. Dividir um apartamento ou casa com outros estudantes é sem dúvida a opção mais barata de todas.

Confira outras opções de acomodação e estimativas de valores das acomodações na página: http://www.australiancentre.com.br/site/australia/acomodacoes.asp.

27) Eu já preciso fechar acomodação pelo período todo do meu curso?

Nós aconselhamos aos nossos estudantes saírem do Brasil com uma reserva de acomodação mínima para 4 semanas, para que ao chegarem na Austrália já tenham um local certo e organizado para recebê-los. É muito comum que, após esse período inicial, os estudantes optem por se juntarem a outros estudantes internacionais e alugarem uma casa ou apartamento que seja mais próximo à escola, ao centro da cidade ou ao local onde estejam trabalhando. Isso faz com que eles muitas vezes economizem no valor da acomodação e também com transporte.
Se o estudante desejar ele também poderá prorrogar sua estada na casa de família ou na residência estudantil de acordo com a sua necessidade e com a disponibilidade dessas.
Outra vantagem de reservar a acomodação somente para o primeiro mês, é que o pagamento que deverá ser feito ainda aqui do Brasil será menor. E você poderá pagar a acomodação para os meses seguintes já com o dinheiro que você receber trabalhando na Austrália.
Vale apenas ressaltar, que é necessário que o pedido de prorrogação da acomodação seja feito com a maior antecedência possível, para garantir a disponibilidade da acomodação.

28) Quem escolhe a casa de família?

As escolas são as responsáveis pela escolha da acomodação do estudante, pois elas conseguem ter um maior controle sobre a qualidade da casa e sobre tudo o que acontece lá, devido a maior proximidade. Mas nós passamos para escolas algumas características suas e algumas diretrizes para a escolha da família, como algumas preferências que você possa ter. A escola dessa forma tenta encontrar a família que mais se encaixa com as suas necessidades.

29) As homestays ficam próximas às escolas?

Principalmente nas grandes cidades, as escolas têm dificuldades de encontrar acomodações próximas para todos os seus estudantes. Isso porque muitas delas se localizam em regiões centrais e, assim como acontece em São Paulo e outras grandes cidades brasileiras, o centro é uma região muito comercial onde existem poucas residências. Por isso, as escolas trabalham com um limite de distância de até cerca de 40 minutos de transporte da escola para escolher a acomodação. Mas você pode ter certeza de que iremos interceder por você junto a escola e faremos o máximo para conseguir uma acomodação que seja o mais perto da escola.

30) É possível trocar de acomodação caso haja algum problema?

Caso o estudante tenha algum problema com a família, ele poderá solicitar a troca de acomodação. Nesse caso, ele deverá procurar a escola, informar o ocorrido e solicitar a troca.
Vale apenas ressaltar, que nem sempre será possível fazer a troca imediata da acomodação.

31) Qual o suporte oferecido pela AC Australian Centre durante a minha viagem?

Oferecemos suporte total com a organização de seu intercâmbio para Austrália, além do acompanhamento durante toda sua estadia no país. Quando necessário, auxiliamos nossos clientes com a renovação de cursos e vistos e remarcação de sua passagem aérea.
Conte com nossa equipe para auxiliá-los na realização de sua viagem para Austrália!