Não encontrou seu voo? Peça a ajuda para um consultor. Entre em contato

Nova Zelândia

Saiba os principais motivos para estudar na Nova Zelândia

Nova Zelândia: um país cinematográfico, perfeito para uma experiência incrível.

New Zealand
Christ Church Cathedral em Christchurch na Nova Zelândia
Paisagem costeira da Nova Zelândia
Homem andando de bicicleta nas montanhas da Nova Zelândia
Paisagem natural da praia de Tauranga na Nova Zelândia
Praia da cidade de Wellington na Nova Zelândia

Nova Zelândia é considerada um dos melhores países do mundo

O país possui uma população de aproximadamente 4,5 milhões de habitantes e, segundo o ranking de Desenvolvimento Humano da ONU, é o sexto melhor país em qualidade de vida e estrutura oferecida para seus habitantes. Seu PIB é superior a US$ 160 bilhões e a sua renda nacional bruta per capita é de cerca de US$ 39.300,00.

Junto com a Dinamarca, é o país que apresenta o menor nível de corrupção no mundo. É o terceiro país mais pacífico do mundo (segundo o Global Peace Index) e está entre os 15 mais felizes. A preocupação e os investimentos do governo neozelandês em educação são intensos. O país possui hoje o maior tempo de escolaridade para seus habitantes, 19,7 anos. Atualmente, 7 das 8 universidades da Nova Zelândia estão classificadas entre as 500 melhores do mundo (QS World University Ranking). No Ensino Médio, a Nova Zelândia está entre os 5 melhores países do mundo nas áreas de idioma e ciências. A Nova Zelândia recebe por ano mais de 90 mil estudantes de intercâmbio.

Carro indo em direção as montanhas de gelo da Nova Zelândia Paisagem com flores, rio e montanhas da Nova Zelândia

Nova Zelândia: tão linda quanto um mundo imaginário

Além da alta qualidade de vida, a Nova Zelândia oferece paisagens deslumbrantes a seus habitantes. Juntando praias paradisíacas, muitas florestas, regiões vulcânicas como gêiseres, fiordes recortando sua costa e montanhas nevadas, seu território é um cenário de tirar o fôlego e digno de cinema. Não é à toa que o país foi utilizado para as gravações das trilogias dos filmes “O Senhor dos Anéis” e “O Hobbit”.

Essa diversidade de paisagens também transformou a Nova Zelândia na Capital Mundial da Aventura e dos Esportes Radicais. Da região dos Lagos do Sul, passando pela cadeia montanhosa de Queenstown, apelidada de As Notáveis (The Remarkables), ao Lago Wanaka, onde estão as pistas de esqui de Cardrona e Treble Cone, o país é adrenalina pura para os amantes dos esportes radicais. As opções de incluem bungee jumping, rapel, canoagem de corredeira, rafting, paraquedismo, entre outras atividades que deixam o coração a mil por hora.

Com ótimas instituições de ensino, paisagens deslumbrantes e inúmeras atividades turísticas, a Nova Zelândia pode oferecer experiências incríveis a seus visitantes.

Mais motivos para escolher a Nova Zelândia como destino do seu intercâmbio:
  • Educação com qualidade garantida pelo governo: A agência governamental, a New Zealand Qualifications Authority (Autoridade de Qualificação da Nova Zelândia) – NZQA – é responsável pelo registro e credenciamento das escolas públicas e privadas em todo o país, contribuindo para que os estabelecimentos mantenham altos padrões de ensino, com certificação reconhecida em escala global.
  • Apoio aos estudantes internacionais: A Nova Zelândia preza muito pela assistência aos alunos estrangeiros, amparando-os através do New Zealand Code of Practice for the Pastoral Care of International Students - Código de Procedimento da Nova Zelândia para o bem-estar e apoio ao estudante internacional - o que garante maior segurança e transparência para os intercambistas.
  • Calendário de aulas similar ao brasileiro: Calendário acadêmico na Nova Zelândia é dividido em dois semestres similar ao brasileiro, com os semestres iniciando em fevereiro e final de julho, permitindo que o estudante tenha mais facilidade para conciliar seus estudos no Brasil e na Nova Zelândia.
  • Permissão para trabalhar durante o intercâmbio: os estudantes internacionais que estejam matriculados em um curso de inglês em período integral, com duração mínima de 14 semanas e portem um visto de estudo, têm o direito de trabalhar até 20 horas semanais durante o período de suas aulas e período integral durante as férias de seu intercâmbio.
  • Auxílio na busca por um emprego: O "Student Job Search" é uma organização nacional que ajuda os estudantes encontrarem emprego. Ela tem escritórios nos campi de instituições de ensino superior. Para trabalhos estudantis, tais como trabalhos em restaurante ou bar, ou trabalho de mão de obra, você pode receber entre NZ$ 9 e NZ$ 15 por hora, com impostos ainda não deduzidos. Veja www.sjs.co.nz.
  • Moeda e custo de vida: O dólar neozelandês é uma das moedas de custo mais baixo entre países de língua inglesa. O custo de vida na Nova Zelândia acaba sendo também mais baixo que outros destinos de intercâmbio. Isso faz com que o país ofereça uma ótima relação custo benefício para quem pensa em estudar no exterior.
  • Voos São Paulo – Auckland: A Nova Zelândia está de São Paulo, a aproximadamente 13 horas de voo. Isto significa que o brasileiro chega mais rápido em Auckland do que em Seattle, nos Estados Unidos ou Vancouver, no Canadá.
Cultura, Sociedade e Economia
Que tal viver em um paraíso lindo e tranquilo?
Praça com bancos na Nova Zelândia Circulo amarelo representando o Sol da Nova Zelândia Estudante de intercâmbio em cima de uma montanha na Nova Zelândia

A Nova Zelândia é um país moderno e desenvolvido, porém com um ritmo de vida muito tranquilo e sem tanto estresse. Com tamanho similar ao Reino Unido ou Japão, o país possui uma população de aproximadamente 4,5 milhões de habitantes, exercendo menos pressão sobre seu espaço e recursos naturais. Isso faz com que sua população não sofra dos grandes males urbanos existentes em muitos outros países desenvolvidos, como poluição, enormes congestionamentos e problemas de saúde.

Nova Zelândia no topo do mundo!

Nos diversos rankings mundiais apresentados pela ONU, a Nova Zelândia se classifica sempre com ótimas posições em quesitos como desenvolvimento humano, qualidade de vida, esperança de vida, alfabetização, educação pública, facilidade de fazer negócios, falta de corrupção, liberdade de imprensa, entre outros.

As cidades de Auckland e Wellington estão entre as 25 melhores cidades do mundo para se viver, de acordo o ranking do The Economist.

Plano de fundo transparente no conteúdo sobre a Nova Zelândia Morador da Nova Zelândia sorrindo Dois moradores da Nova Zelândia conversando

Risadas e amizade não faltarão na Nova Zelândia.

Entre as características mais marcantes desse maravilhoso povo, podemos destacar a receptividade, bom humor, informalidade, educação comum a um país de primeiro mundo e, principalmente, o amor pelas atividades ao ar livre e pela natureza.

Trabalho duro e o esforço contínuo são considerados grandes virtudes na Nova Zelândia, que oferece todos os tipos de oportunidades para quem deseja desenvolver e alavancar sua carreira no país.

Mas, os neozelandeses também acreditam que a vida é para se viver. Então o que você faz longe do trabalho é tão importante quanto o que você produz no trabalho. Para os neozelandeses, viver bem é encontrar o equilíbrio entre um dia honesto de trabalho com diversão social, tempo junto a sua família e amigos e aproveitar todas as oportunidades de lazer que você pode desfrutar.

Povo Maori dança de ritual cultural na Nova Zelândia Máscara de madeira símbolo da cultura do Povo Maori da Nova Zelândia Bola de rugby da seleção da Nova Zelândia

A maravilhosa cultura Maori.

A ex-colônia britânica foi o último pedaço de terra a ser descoberto no mundo. Sua história é rica e com uma mistura interessante da cultura maori (os primeiros povos a habitarem o país) e a europeia.

O povo maori é tão presente e respeitado no país que em qualquer cidade que você visite, é possível ver um contraste fascinante entre os tesouros e arquitetura maori com as construções no estilo europeu. Além disso, a língua maori é junto com a inglesa um dos idiomas oficiais do país.

A população neozelandesa é bem diversificada, recebendo habitantes provenientes de diversas partes do planeta, principalmente da Europa, Ásia e Polinésia.

A melhor seleção de Rugby do mundo está na Nova Zelândia.

O esporte número 1 do país é sem dúvida o Rugby, que é tão popular na Nova Zelândia quanto o futebol é no Brasil. A seleção neozelandesa, chamada de “All Blacks”, é tri-campeã da Copa do Mundo de Rugby (1987, 2011 e 2015). Os “All Blacks” realizam, antes de cada partida, a performance da “Haka”, uma dança Maori, tal atitude se tornou o grande símbolo da seleção.

Criação de ovinos comum na Nova Zelândia Kiwi produzido na Nova Zelândia Marisco produzido e exportado pela Nova Zelândia

Livre e Afortunada

Dona de uma das economias mais abertas do mundo, a Nova Zelândia é defensora do livre mercado. O país mantém uma aliança comercial muito forte com a Austrália, o que ajuda a enfrentar situações de crises que atingem o restante do mundo.

O comércio internacional, com os bens e serviços exportados que representam um terço da produção total do país, que está entre os principais produtores e exportadores mundiais nos setores: agropecuário (produção de kiwi e uva, criação de ovinos e produção de carne e lã), de piscicultura (mariscos e mexilhões), silvicultura (extração de madeira e produção de celulose), produção de vinho.

A Nova Zelândia possui ainda indústrias transformadoras e serviços, e inova nas pesquisas para o desenvolvimento de tecnologia e energia limpa e de baixa produção de carbono, criando uma economia global sustentável.

A moeda oficial do país é o dólar neozelandês que, normalmente, apresenta uma cotação inferior ao dólar americano e australiano.

O país foi considerado pela Forbes (2013) como o melhor país para negócios no mundo. Isso graças ao clima de transparência nos negócios, a sua estabilidade econômica, e liberdade (pessoal, comercial e monetária), a proteção dos investidores, os direitos de propriedade, o desempenho no mercado de ações, bem como a falta de burocracia e corrupção.

Fachada de bares e restaurantes da Nova Zelândia Selfie de casal de turistas em frente as montanhas de gelo da Nova Zelândia

Nova Zelândia é o paraíso dos turistas

O turismo tem um papel fundamental da economia neozelandesa. Em 2013, a atividade movimentou mais de US$ 23,9 bilhões na economia do país, sendo que o turismo internacional colaborou com mais US$ 10 bilhões no seu total de exportações. O turismo ainda é responsável por empregar mais de 110.000 pessoas no país.

Por esses motivos, os turistas são sempre recebidos de braços aberto pelos simpáticos neozelandeses.

Diários de Viagem

Guilherme Sansigolo Andrello Americana | SP >> Auckland | AUK "Nenhum sonho é grande demais, a gente só precisa ter o apoio de grandes parceiros! A AC Australian Centre tem me ajudado a conquistar meu sonho desde a primeira entrevista em Junho de 2012, até hoje, com seu auxílio à distância. O resto da luta cabe a nós, mas com certeza, foi com a ajuda..." +
Victor Hugo Souza Reis São Paulo | SP >> Auckland | AUK "Eu só tenho coisas boas a dizer em relação a essa viagem de intercâmbio, já que eu curti demais. Começando pela escola: a Languages International é muito boa, com professores preparados que auxiliam e deixam o aluno confortável. Um mês foi pouco para aprender bem inglês mas melhorei..." +
Cidades neozelandesas
Conheça as principais cidades da Nova Zelândia

Ainda ficou com alguma dúvida?

Consulte Nossa Faq

Solicite um orçamento

Os atenciosos e qualificados consultores da AC irão te ajudar no que for preciso.