Não encontrou seu voo? Peça a ajuda para um consultor. Entre em contato

Cultura da Nova Zelândia


Conhecida por ser muito moderna e bem desenvolvida, a Nova Zelândia é famosa por garantir qualidade de vida à população. Por não ser um país tão populoso, consegue atender à demanda de seus moradores, proporcionando tranquilidade, espaço e o máximo de recursos naturais.

Não é à toa que o país possui cidades classificadas entre as melhores do mundo para se morar. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), ele apresenta ótimas posições em diversos quesitos, dentre eles: desenvolvimento humano, qualidade e esperança de vida, alfabetização, educação pública e liberdade de imprensa.

Outro aspecto interessante de ser abordado é a cultura da Nova Zelândia. Uma verdadeira mistura de etnias, tradições, rituais e povos levou esse país da Oceania a ser conhecido internacionalmente por conta de suas peculiaridades. Conheça um pouco mais e saiba o que você poderá encontrar durante o intercâmbio!

Cultura: Nova Zelândia e seu povo de origem

Antiga colônia britânica, a Nova Zelândia tem o povo Maori como o primeiro a habitar o seu território. Devido a sua importância, é comum encontrar referências à sua cultura em diversas cidades, além do Te Reo Māori ser uma das línguas oficiais, seus tesouros e arquitetura contrastando com as influências europeias.

Os neozelandeses são conhecidos por serem receptivos, bem-humorados, educados e amantes da natureza, características herdadas dos Maori. Entretanto, em muitos locais, a principal referência à essa cultura é o Haka – um tipo de dança de guerra feita por esse povo, demonstrando orgulho, força e união.

Tradições e costumes da cultura neozelandesa

Muitos eventos fazem parte da cultura da Nova Zelândia. Dentre os principais, existem festivais que contemplam a natureza local, como o Powerco Taranaki Garden Spectacular, um dos mais antigos festivais de jardim.

Além dele, é possível citar outros, como o Nelson Arts Festival – destinado aos apaixonados por escrita, teatro e música e que acontece em ruas, galerias e estúdios – e o Queenstown Winter Festival –  para praticar e assistir esportes de inverno.

Existem, também, aqueles que contemplam a gastronomia e os vinhos locais internacionalmente reconhecidos, sobretudo os exemplares feitos com Sauvignon Blanc, Chardonnay, Pinot Noir e Bordeaux.

Em relação à culinária, é possível citar alguns pratos que estão muito presentes no cotidiano dos moradores da Nova Zelândia, como o Fish and Chips (que mistura peixes e batatas fritas) e os churrascos. Devido à sua proximidade com a natureza e belas praias, os frutos do mar também fazem parte da rotina, como, por exemplo, mexilhões de lábios verdes da Nova Zelândia, lagostim e ostras de Bluff.

Vale a pena experimentar a variedade de queijos locais, que chama a atenção em todo o mundo, e a famosa carne de cordeiro. Outra opção é o chamado Roast Hogget, carne de ovelha assada no forno com ervilha, batata, abóbora e batata doce.

Cultura da Nova Zelândia para quem se interessa por esporte e lazer

Mais do que se dedicar ao trabalho, que é tão valorizado pela população, a cultura neozelandesa também está atrelada às experiências e aproveitar ao máximo o que a vida pode lhe oferecer. Por isso, a prática esportiva, o culto à natureza e aproveitar algum tempo com familiares e amigos também fazem parte de seus costumes.

A principal modalidade é o rugby, tão popular na Nova Zelândia quanto o futebol no Brasil. Isso pode ser percebido pela notoriedade de sua seleção, também chamada de All Blacks, que conquistou diversos tipos de campeonatos.

Além disso, os neozelandeses também praticam outros tipos de esportes, como golfe, ciclismo padrão e de montanha, motociclismo, canoagem, surfe e atividades realizadas na neve, como esqui, snowboarding, entre outros.

Cultura Nova Zelândia: como funciona sua economia?

Um dos pensamentos que fazem parte da cultura da Nova Zelândia é o trabalho árduo. A população considera que o esforço a fim de alavancar sua carreira profissional é uma virtude que deve ser passada adiante.

Dessa forma, o país se tornou referência em transparência, estabilidade econômica, liberdade comercial e monetária, falta de burocracia e até mesmo bom desempenho no mercado de ações. Como consequência, ele está entre os melhores para a realização de negócios no mundo.

Os principais segmentos que movimentam a economia são o turismo e a exportação de bens e serviços, sobretudo referente aos setores agropecuário, piscicultura, silvicultura e produção de vinho. Além disso, também é possível citar as indústrias que inovam em pesquisas e no desenvolvimento de tecnologias, que tornam a energia limpa e a economia global mais sustentável.

Solicite um orçamento

Os atenciosos e qualificados consultores da AC irão te ajudar no que for preciso.