Passo a Passo Agende uma visita Escolas na Australia
Financie sua Viagem Perguntas frequentes Depoimentos

Guia Definitivo de Intercâmbio na Austrália

Guia de Intercâmbio Austrália

A Austrália, muito além dos famosos cangurus, oferece uma infinidade de atrações tanto para quem busca se divertir quanto para quem pensa em investir nos estudos. Com um povo receptível, clima agradável, praias lindas e universidades de ponta, o país atrai intercambistas do mundo inteiro que procuram pela melhor experiência de suas vidas.

Sendo um dos cinco países preferidos dos brasileiros, a leve mistura entre paisagens paradisíacas, tecnologia e qualidade de vida, a Austrália chama a atenção quando pensamos em um destino ideal para realizarmos um programa de intercâmbio.

Diversidade está presente em todos os cantos desse país, que apresenta desde os grandes sítios aborígenes de Kakadu National Park e a rocha que virou símbolo espiritual no Parque Nacional Uluru-Kata Tjuta até o moderno restaurante giratório na torre de Sydney e o Opera House, patrimônio da humanidade.

Suas cidades (como Sydney, Melbourne, Perth, entre outras) estão completamente preparadas e equipadas para receber você e fazer dessa experiência de intercâmbio na Austrália a mais incrível possível.

Pronto para essa viagem?

ANTES DE PARTIR

Planejar uma viagem longa, como a que você fará no seu intercâmbio na Austrália, não é algo para se fazer do dia para a noite, portanto, é sempre bom ter uma listinha que possa auxiliá-lo na hora da correria. Siga nosso check-list e veja seu progresso em cada um dos passos abaixo.

Passaporte para a Austrália

Passaporte

Vamos listar alguns documentos essenciais para não ter problemas na hora de passar pelo Departamento de Imigração Australiano (mais informações aqui):

- Passaporte: sempre na validade, e de preferência com certa folga, pois às vezes uma esticada na viagem pode ser impedida por causa de pequenos descuidos como este.

- Visto: correspondente ao seu objetivo (veremos detalhes adiante).

- Carteira de Vacinação Internacional: com o comprovante da vacina de Febre Amarela (ele deve ser tomada no mínimo 10 dias antes de seu embarque).

Dólares australianos

Dólar australiano

A moeda oficial da Austrália é o dólar australiano, representado pelo símbolo AUD$. A conversão para reais gira em volta de AUD$1 para R$1,80, porém sofre alterações dependentes do câmbio.

O custo de vida nas grandes cidades é razoavelmente alto, entretanto, existem diversas opções de estadia que podem se adequar melhor ao seu bolso.

Em viagens internacionais, principalmente, em programas de intercâmbios, é sempre aconselhável levar dinheiro em espécie para compras menores, alimentação e para gastar em estabelecimentos que eventualmente não aceitem o seu cartão de crédito.

Uma ótima forma de você levar seu dinheiro para Austrália com segurança são os cartões Visa Travel Money. Eles são emitidos por bancos aqui no Brasil e você deposita nele a quantia que deseja levar em sua viagem. Chegando à Austrália, você consegue sacar o dinheiro já na moeda local em agências de bancos e caixas automáticos 24 horas por dia. Além disso, você pode usar o seu cartão na função débito em lojas, não pagando tarifas de saque.

Caso o dinheiro acabe, é possível fazer uma nova recarga de dinheiro. Entretanto, essa recarga deve ser feita por alguém n o Brasil.

Seguro de saúde

Para estudar na Austrália, os estrangeiros devem fazer obrigatoriamente um seguro de saúde, OSHC, que cobre eventuais cuidados médicos, ainda ajuda em uma parcela do preço de remédios. Esse seguro é organizado e pago nas próprias instituições de ensino no momento da matrícula e está disponível em planos individuais (que variam de AUD$100 a AUD$900) e familiares (de AUD$200 a AUD$1800). Esses valores variam de acordo com a quantidade de meses que o estudante permanecerá na Austrália, sendo no mínimo de 3 meses e no máximo de 2 anos.

Dicas para seu intercâmbio

As tomadas na Austrália possuem formatos diferentes dos nossos, além disso, sua voltagem é 240 W. Então, muito cuidado com seus aparelhos eletrônicos! Verifique se eles são bivolts e, em caso negativo, providencie um transformador o mais rápido possível e, claro, um adaptador de tomada.

Os gastos com alimentação na rua não saem por menos de AUD$10. Portanto, se você puder cozinhar ou tiver um colega de quarto que cozinhe para vocês dois, vale muito mais a pena comprar tudo em um mercado e preparar suas refeições em casa.

Para dirigir na Austrália, você precisa de uma carteira de motorista internacional tirada no Brasil, para isso deve procurar o Detran ou Ciretran em sua cidade. Outra opção é fazer uma tradução juramentada da sua habilitação brasileira. Essa tradução terá a mesma validade de sua carteira de motorista e deve ser apresentada sempre junto com o documento original.

VISTOS PARA A AUSTRÁLIA

Visto Austrália

Visto para estudantes

O visto para estudantes se destina a pessoas que pretendem permanecer na Austrália por no mínimo 14 semanas com o intuito de fazer durante seu intercâmbio na Austrália um curso no país, seja curso de inglês, curso técnico, graduação ou pós-graduação.  Esse visto também permite que o estudante internacional trabalhe legalmente 20 horas por semana durante todo o seu curso e período integral durante as férias.

Para obter o visto de estudo, a Embaixada Australiana faz uma série de exigências que demandam certo planejamento e organização do estudante. Então, para não ter surpresas, certifique-se de:

- Preencher o Formulário 157A e o Formulário 956A.

- Ter em mãos a confirmação de matrícula (COE Confirmation of Enrolment), emitida pela própria escola.

- Pagar o seguro de saúde obrigatório.

- Ter comprovações de condição financeira.

- Ter evidências de motivos para retornar ao Brasil.

- Ter uma cópia das passagens aéreas.

- Ter feito exames médicos por doutores credenciados da Embaixada da Austrália.

- Pagar a taxa à Embaixada da Austrália através de um cheque nominal.

Para estudantes menores de idade que vão fazer intercâmbio na Austrália, também é necessário apresentar:

- Quatro vias da autorização de viagem assinada pelos pais, ou responsáveis legais, com firmas reconhecidas em cartório (uma cópia fica com a Embaixada e outras três com o estudante).

- Preencher o Formulário 1229 com as assinaturas dos pais, juntamente com a cópia autenticada de seus documentos de identidade e da certidão de nascimento do estudante.

- Welfare Letter, que indicará um responsável legal pelo estudante na Austrália, Guardian dará suporte geral ao estudante durante sua permanência no país.

Visto para turistas

O visto para turistaspermite que você faça visite a Austrália por até 3 meses. Ele pode ter validade de 3 ou 6 meses, mas seu período máximo de permanência seguida no país é de 3 meses. O visitante poderá estudar no país por até 12 semanas, entretanto, não estará autorizado a trabalhar durante esse período. Para solicitar tal visto, é necessário:

- Preencher o formulário 48R.

- Ter condições suficientes de arcar com a viagem e a estadia na Austrália.

- Ter uma cópia das passagens de ida e volta.

- Comprovar vínculos e evidências para retornar ao Brasil.

Passagens aéreas para Austrália

Passagem aérea Austrália

As passagens aéreas podem apresentar um preço muito variado de acordo com a cidade destino, a companhia e rota de viagem escolhida, da época do ano em que você pretende viajar e disponibilidade nos voos.

As rotas de viagem dão inúmeras possibilidades de paradas, como Chile, Argentina, África do Sul, Dubai, Estados Unidos e alguns países da Europa. Dessa forma, você pode curtir um pouco mais o trajeto até a Austrália.

Os meses mais procurados pelos viajantes são janeiro, julho e dezembro, período de férias para a maioria dos brasileiros, nesses meses os valores de passagem costuma ser mais altos.

As companhias aéreas oferecem passagens com tarifas diferenciadas para aqueles que vão estudantes no exterior. Essas tarifas de estudante são mais em conta que as tradicionais e tem validade de um ano.

Um bom conselho é: planeje e organize as suas passagens com antecedência! Dessa forma, você conseguirá as melhores opções de passagem e economizará um bom dinheiro para aproveitar mais a Austrália.

Traslado

As escolas podem organizar o serviço de traslado para levar você do aeroporto até sua residência. Esse serviço custa entre AUD$100 e AUD$250, dependendo da distância a ser percorrida e da escola. Mas, se você já domina bem o inglês e já teve alguma experiência internacional, vale a pena pegar um táxi ou até mesmo um ônibus e economizar alguns dólares australianos em sua chegada.

Custo de Vida na Austrália

Custo de Vida na Austrália

Os gastos de um estudante com comida, transporte e alimentação (claro, que não pensando em restaurantes mais luxuosos), variam em torno de AUD$ 1.500 a AUD$ 2.000 por mês. Entretanto, esse preço pode variar bastante de acordo com o tipo de habitação de sua escolha, os números de pessoas que irão morar com você e seus hábitos do dia-a-dia.

As melhores opções acomodação para estudantes na Austrália são:

Homestay (casa de família)

Morar em casas de família australiana é uma ótima opção para quem quer conhecer mais profundamente a sua cultura, vivendo as situações do dia-a-dia e aprendendo inglês de uma forma natural e divertida. Como muitos estudantes escolhem essa opção, você pode escolher dividir ou não um quarto com outro estudante internacional (de nacionalidade diferente). O valor mensal fica em torno de AUD$950 (dependendo da cidade) e estão inclusas as refeições.

Share accommodation

A opção mais barata de todas, dividir um apartamento com outros estudantes é ideal para quem já está mais adaptado ao lugar, quer ter mais liberdade e economizar mais um pouquinho. Para alugar um imóvel, as imobiliárias exigem um depósito de segurança, que será devolvido no término de sua estadia caso nada na casa seja danificado.

Outra prática comum é você entrar em uma casa no lugar de algum outro estudante que está voltando para o seu país.

Você pode encontrar anúncios de vagas em share house e de imóveis para alugar nos murais das escolas e universidades e em jornais da cidade. Os preços variam entre em média AUD$400 mensais para quartos duplos e AUD$750 para quartos individuais, claro que isso irá depender do tipo da casa e sua localização.

Residência Universitária

Algumas universidades australianas oferecem dormitórios no próprio campus, em opções de quartos individuais e duplos, para seu intercâmbio estudantil na Austrália. É uma oportunidade muito boa para o aluno se integrar melhor com seus colegas de sala e ainda perder menos tempo no caminho para as aulas. Essa opção não possui alimentação incluída, porém o estudante pode fazer suas refeições nos refeitórios da faculdade ou nas cozinhas comunitárias estudantis, o que também não sairá caro. Esse valor em específico tem grande variação de acordo com a faculdade, transitando entre AUD$240 (Cairns) a AUD$800 (Sidney) em quartos duplos, e AUD$520 (Cairns) a AUD$1200 (Sidney) em quartos individuais mensalmente.

Essa opção é, normalmente, destina a estudantes que irão fazer cursos de graduação e pós-graduação nas universidades, exigindo um período mínimo de permanência de 12 semanas na acomodação.

Hostels (albergues)

Por ser um lugar relativamente barato e muito festivo, os albergues se tornam a opção preferida dos estudantes durante as suas viagens pelo país. Eles proporcionam um intercâmbio cultural muito rico, em razão da diversidade de mochileiros de todo o mundo que estão hospedados por lá. Eles custam em média AUD$65 a diária em quartos coletivos e AUD$130 em quartos individuais.

ESTUDE NA AUSTRÁLIA

Faculdade Exterior

High School

Equivalente ao Ensino Médio no Brasil, o programa de High School australiano, além de uma formação internacional, proporciona uma maravilhosa troca de conhecimento com diversos outros alunos estrangeiros, ensina valores de respeito às diferenças e outras culturas, coloca no seu currículo uma conclusão de Ensino Médio bilíngue e super valorizada no mercado nacional.

Você ainda pode optar entre as escolas públicas ou particulares, ambas de qualidade incontestável. O calendário escolar na Austrália é muito semelhante ao brasileiro, dessa forma, o estudante consegue realizar o seu intercâmbio, ser atrapalhar os seus estudos no Brasil.

Cursos técnicos

Esses cursos são voltados para especializações profissionais e técnicas, e caminham em sintonia com as necessidades do mercado. São formações da alta qualidade, podendo ser realizados em instituições públicas ou particulares, com duração de 3 meses a 3 anos.

Algumas opções de cursos profissionalizantes na Austrália são: Administração de Negócios, Contabilidade, Informática, Tecnologia da Informação, Publicidade, Marketing, Hotelaria, Turismo, Nutrição, Gastronomia, Produção de Filme e TV, Design Gráfico.

O requisito básico para ingressar em algum desses cursos é ter concluído o Ensino Médio, mas algumas instituições ainda exigem uma nota de no mínimo 5.5 no teste do IELTS, ou uma prova da própria instituição comprovando nível de inglês intermediate/advanced.

Algumas escolas ainda oferecem cursos de inglês em paralelo com os cursos técnicos, para que os alunos estejam mais bem preparados para assistir as aulas e para que, caso desejem, também possam continuar os seus estudos em uma universidade, já que muitas instituições técnicas tem parcerias com as universidades.

Graduação

A Austrália possui 44 universidades e mais de 80 mil intercambistas estudando em seus campi. Por possuírem tecnologia de ponta e estarem fortemente equipadas, as universidades australianas são mundialmente bem conceituadas e tem uma forte ligação com a pesquisa e a indústria do país, o que proporciona a sues alunos o melhor aproveitamento possível de seus programas de intercâmbio na Austrália.

Por conta de algumas diferenças na antiga grade curricular do ensino brasileiro e australiano, para ingressar em uma graduação na Austrália, o estudante do Brasil deve ter cursado ao menos um ano de qualquer faculdade no Brasil, fazer um ano do programa Foundation Year, ou ainda um ano de curso técnico na Austrália (considerada a melhor opção). Além disso, ele necessita apresentar nota entre 5.5 a 7.0 no exame do IELTS.

As graduações australianas tem duração média de 3 anos, com um ano extra opcional que pode ser dedicado à pesquisa.

Pós-Graduação

Os alunos já graduados e com um bom domínio da língua inglesa tem a opção de se especializar ainda mais na sua área de trabalho, benefício esse gerado pelas modernas instituições de ensino australianas. Os cursos de especialização e pós-graduação duram entre 6 meses a 3 anos, geralmente, com diferentes certificações a cada 6 meses:

- 6 meses: Graduate Certificate

- 1 ano: Graduate Diploma

- 1 a 2 anos: Master ou MBA

- 1 a 3 anos: Mestrado

- 3 a 4 anos: Doutorado PhD

Trabalhar na Austrália

Trabalhar na Austrália

Como dito anteriormente, o visto de estudante lhe dá permissão de trabalhar até 20 horas por semana durante a realização de seu curso e período integral durante suas férias. E, caso o estudante tenha um(a) conjugue, ele(a) também terá permissão para trabalhar 20 horas por semana. Se o estudante for realizar uma pós-graduação de duração de 2 anos, o(a) conjugue poderá trabalhar em período integral.

Além dessa permissão trabalho, algo muito importante para conseguir emprego no território australiano é obter o Tax File Number, uma espécie de carteira do PIS, pedido em muitos estabelecimentos para concretizar a contratação. Esse documento também serve para resgatar todo o dinheiro que você pagou em impostos durante o tempo em que trabalhou no país. Você pode solicitá-lo gratuitamente quando suas aulas iniciarem através do link.

Trabalhar na Austrália é uma ótima maneira de reduzir seus custos e ainda por cima exercitar seu inglês aprendendo um novo ofício. Dependendo da função, um estudante recebe entre 10 a 25 dólares australianos por hora de trabalho.

FAZENDO AS MALAS

Mala de Viagem

É muito importante dar uma olhadinha antes no clima da cidade para onde você irá morar em seu intercâmbio na Austrália, assim você saberá exatamente qual tipo de roupa vai precisar. O norte da Austrália costuma ser quente quase o ano todo, enquanto o sul possui temperaturas mais amenas e roupas de frio são indispensáveis, principalmente, nos meses de julho e agosto, porém, no resto do ano o clima é bem parecido com o do Brasil.

Uma boa dica é levar também algumas coisas que representem seu país (blusas com bandeiras do Brasil, livros de fotos de paisagens, CDs de música brasileira, Havaianas), além de serem ótimos presentes, você poderá mostrar aos australianos um pouco do Brasil e também usá-los naqueles momentos que você sentir uma saudadezinha de casa.

Check-list final

Checklist

- Passaporte

- Passagem aérea

- Visto

- Autorizações de viagens para menores de idade

- Carteira Internacional de Vacinação

- Documentos da escola (comprovante de matrícula)

- Endereço de acomodação no país

- Dinheiro e Visa Travel Money

- Carteira de Motorista junto com tradução juramentada

- Roupas de frio e de calor

- Calça social preta e camisa branca (uniforme básico de trabalho

- Muito ânimo e disposição para encarar essa aventura

Não se esqueça de conferir se pegou tudo e BOA VIAGEM!

Compartilhe!

 
Twitter Australian Centre Youtube Australian Centre Orkut Australian Centre Facebook Australian Centre
AUSTRALIAN CENTRE             INTERCÂMBIO AUSTRALIA
Parceiros da Australian Centre