7 dicas incríveis de como aproveitar seu intercâmbio em Melbourne

intercâmbio em Melbourne

Segunda maior metrópole e um dos principais centros financeiros da Austrália, Melbourne é um dos destinos preferidos de quem faz intercâmbio no país. Além de contar com uma excelente estrutura de ensino, a cidade encanta a todos com suas belezas naturais, sua pluralidade cultural, o agito da sua vida noturna e a riqueza da sua culinária.

Capital do Estado de Victoria,  Melbourne foi eleita — pela sétima vez consecutiva — como a melhor cidade do mundo para se viver, segundo um ranking publicado pelo The Economist e que considera aspectos como educação, infraestrutura, saúde, segurança e meio ambiente de 140 localidades no mundo.

Uma cidade cosmopolita cujas ruas respiram arte e cultura, assim é Melbourne! E, para que você aproveite toda a infinidade de atrativos que o destino oferece, preparamos uma seleção de dicas que farão do seu intercâmbio para Melbourne uma viagem inesquecível!

Se você está pensando em fazer um curso de inglês, curso técnico ou até mesmo uma graduação ou pós-graduação em Melbourne, continue a leitura e curta ao máximo sua estadia em um dos lugares mais encantadores da Austrália!

1. Respire arte e cultura na Federation Square

A Federation Square, principal praça de Melbourne, é constantemente palco de eventos culturais e apresentações artísticas, e reúne ao seu redor uma infinidade de bares, restaurantes, centros culturais e lojas diversas. É, certamente, um dos pontos mais pulsantes e vivos de Melbourne!

Ali estão os principais museus e centros culturais da cidade, como parte da National Gallery of Victoria (fundada em 1861), o Australian Centre for the Moving Image (com exposições e mostras voltadas para o universo do cinema), o The Atrium (prédio com design arrojado e que abriga uma galeria de artes), o The Edge (anfiteatro que recebe apresentações teatrais), o Ian Potter Centre e o National Design Centre.

Na região, estão também as ruas Hosier Lane e Rutledge Lane, duas ruelas que são verdadeiras galerias de arte urbana ao ar livre. Seus muros e fachadas, até mesmo, as latas de lixo e calçadas, são completamente tomados por pinturas de artistas de várias partes do mundo. Como é constante a renovação dos desenhos, cada visita a essas ruas proporcionará uma experiência diferente.

Em frente à praça, está a St. Paul’s Cathedral, uma igreja anglicana neogótica inaugurada em 1891 e com uma arquitetura encantadora. Próximo dali está a Flinders Street Railway Station, a primeira estação de trem do país, em funcionamento desde 1854. Com arquitetura de estilo clássico, a imensa estação é um dos principais pontos turísticos de Melbourne e de onde saem trens para os mais diversos pontos da cidade.

É praticamente impossível conhecer tudo que oferece a Fed Square — como é chamada pelos locais — em um só dia, então aproveite seu intercâmbio para visitar cada espaço com mais calma.

2. Aproveite a cultura e o lazer de Melbourne

Mas não é apenas na Fed Square que se concentra o roteiro cultural de Melbourne. Além dos museus já citados, outras instituições de destaque estão sediadas na cidade, preservando e difundindo a história e cultura do país e reunindo importantes acervos de arte moderna e contemporânea.

Não deixe de conhecer o Immigration Museum, o National Sports Museum, a National Gallery of Victoria (cujo bloco principal fica no bairro de Southbank) e o Melbourne Museum, maior do país e com coleções que abordam a história natural, ciência, tecnologia e cultura aborígene.

Na região central de Melbourne está a State Library of Victoria, inaugurada em 1856 e que tem mais de 2 milhões de publicações catalogadas, entre livros e periódicos. Sua arquitetura octogonal, conhecida como Landmark Domed Reading Room, é uma atração à parte.

Outras importantes obras arquitetônicas a serem visitadas são a St. Patrick’s Cathedral, construção neogótica do século XIX e considerada a maior e mais alta igreja da Austrália, e o Royal Exhibition Building and Carlton Gardens, declarado patrimônio mundial da humanidade. O prédio, que já sediou o parlamento australiano, hoje é um importante centro de eventos e exposições na cidade.

Falando em eventos, o calendário cultural de Melbourne é, realmente, surpreendente! Ao longo de todo ano, uma infinidade de festivais ocupam as ruas, praças e centros culturais da cidade. Festivais de arte, de gastronomia, de moda e design, de cinema, de música, multiculturais, ligados a temas espirituais, dedicados às crianças. Uma pluralidade de culturas e atrações que, certamente, enriquecerão ainda mais o seu intercâmbio na cidade.

Melbourne também não decepciona quem está em busca de um agito noturno. A cidade é repleta de boates, bares e pubs com música ao vivo para todos os gostos! Outra opção divertida são os clubes de comédia, locais em que acontecem apresentações de humoristas e espetáculos de stand-up comedy.

3. Passeie pelos pontos turísticos da cidade

Vá ao bairro de Southbank e caminhe pelo calçadão do rio Yarra, que corta Melbourne. Dali, siga para o Eureka Skydeck, um observatório situado na maior torre do hemisfério sul e de onde é possível apreciar uma vista panorâmica maravilhosa da cidade.

No mesmo bairro está localizado o Shrine of Remembrance, um monumento erguido em homenagem aos soldados australianos que serviram durante a Primeira e a Segunda Guerra.

4. Faça compras na capital da moda

Conhecida como capital australiana da moda, Melbourne é um paraíso para quem quer fazer compras no país, abrigando inúmeras grifes internacionais e marcas alternativas.

As principais opções de roteiro são o Queen Victoria Market — um complexo comercial do século XIX que tem uma moderna fachada revestida por painéis solares —, o Melbourne Central — com 180 lojas e uma arquitetura de tirar o fôlego — e o Southgate.

Em Southbank, está o Crown Entertainment Complex, um enorme complexo de entretenimento que abriga o maior cassino da Austrália, além de inúmeros restaurantes de gastronomia internacional e lojas de grifes variadas.

No bairro de Brunswick, conhecido por suas lojinhas hipsters e vida noturna mais descolada, estão diversos estabelecimentos vintage, galerias de arte, restaurantes e cafés.

5. Descubra os encantos da fauna e flora local

Não dá para ir para a Austrália e não conhecer a exuberância da fauna e flora local! Destine um tempo para visitar o Zoológico e ver de perto inúmeros animais nativos do país, como os famosos coalas, cangurus e demônios da Tasmânia.

No Melbourne Aquarium, toda a riqueza da vida marinha australiana pode ser apreciada. Já no Royal Botanic Gardens, o jardim botânico da cidade, mais de 10 mil espécies de plantas estão em um área de 38 hectares. No local, existem também belíssimos lagos e opções de passeio em trilhas.

6. Delicie-se com as praias de Melbourne e região

Muito conhecidas por estrangeiros e australianos, as praias da região de Melbourne são de uma beleza incomparável! Uma das queridinhas dos locais, St. Kilda é ideal para a prática de esportes e atividades ao ar livre, além de abrigar o Luna Park, um parque de diversões em funcionamento desde 1912.

Em Brighton Beach estão as famosas casinhas coloridas ao longo da faixa de areia. As construções são, na verdade, casas de banho usadas por seus proprietários para guardar equipamentos e materiais diversos de uso na praia.

A uma hora e meia de Melbourne está a Bells Beach, a mais famosa entre os surfistas. E, a pouco mais de duas horas de carro, é possível chegar na Ilha Phillip, um arquipélago onde é possível ver de perto colônias de pinguins, cangurus e focas.

A Great Ocean Road, estrada à beira mar com paisagens indescritíveis, é outro passeio imperdível!

7. Desvende os sabores da boa culinária

Por ser um país com uma história recente e cultura bastante miscigenada, a Austrália acolhe muito bem seus forasteiros. Prova disso é a variedade absurda de restaurantes com culinária do mundo inteiro. É possível provar pratos típicos da gastronomia vietnamita, chinesa, grega, francesa, italiana, indiana e de outras 70 nacionalidades.

No Queen Victoria Market, além das lojas de artesanato e roupas, é possível degustar toda a variedade da culinária local — e por um bom preço. Southbank, St. Kilda e a Federation Square são os locais ideais para um bom café, bebida mais apreciada da cidade.

Com toda essa riqueza cultural, histórica e gastronômica, não tem quem não se encante pelas belezas da cidade, que mescla, com muito charme, o dinamismo de um centro de negócio com um estilo de vida leve e descontraído.

Seguindo essas dicas que preparamos para você, não há dúvidas de que seu intercâmbio em Melbourne será uma experiência inesquecível e extremamente enriquecedora.

Quer acompanhar mais dicas e roteiros para o seu intercâmbio? Siga as nossas redes sociais: estamos no Facebook, Instagram e YouTube.

Mail