Cultura da Oceania: quais são os cuidados necessários?

Aqui no Brasil (e no ocidente, de forma geral), sabemos muito pouco sobre a cultura da Oceania. Por isso mesmo, ao escolher algum país do continente como destino de intercâmbio, muitos estudantes ficam cheio de dúvidas em relação a essa terra tão misteriosa.

Então, que tal desbravarmos juntos a Oceania? A seguir, exploramos a geografia, a história e a economia do continente, e contamos alguns cuidados que é preciso ter durante a estadia por lá. Confira!

Solicite um orçamento e dê o 1° passo rumo ao seu intercâmbio

Um pequeno grande continente

O termo Oceania foi cunhado pelo explorador francês Dumont d’Urville em 1831. Atualmente, designa aquele que é o menor continente do mundo, localizado no hemisfério sul.

A Oceania é formada pela Austrália e pelas Ilhas do Pacífico que, agrupadas entre si, compõem a Polinésia (que inclui a Nova Zelândia), a Melanésia e a Micronésia. Por um lado, é o menor e (se desconsideramos a Antártida) menos povoado continente do mundo, com 40 milhões de habitantes. Por outro, é o maior agrupamento de ilhas que existe.

A Oceania é constituída por:

  • Austrália;
  • Nova Zelândia;
  • Estados Federados da Micronésia;
  • Fiji;
  • Ilhas Salomão;
  • Micronésia;
  • Kiribati;
  • Nauru;
  • Palau;
  • Papua-Nova Guiné;
  • Samoa Ocidental;
  • Tonga;
  • Tuvalu;
  • Vanuatu.

O pequeno continente abriga o 6º maior país do mundo em extensão: a Austrália, que ocupa nada menos que 90% de seus quase 8,5 milhões quilômetros quadrados.

História

A Oceania foi o último continente a ser colonizado pelos europeus, com a anexação da Austrália pelos britânicos em 1770. Os ingleses subjugaram em torno de 300 mil índios nativos. A dominação foi feita por exilados e prisioneiros, e estabeleceu-se uma pequena comunidade de colonos estrangeiros — que se dedicavam, principalmente, à pecuária.

A descoberta de ouro na região que hoje corresponde à província de Vitória causou um aumento populacional no final do século 19. Em 1901, a Austrália conquistou a independência.

A Nova Zelândia, por sua vez, foi formalmente ocupada pelo Império Britânico em 1840, e passou à condição de colônia após a dominação da população Maori pelos ingleses, em 1870. Porém, após a 1ª Guerra Mundial, a região alcançou sua autonomia política.

Economia

Atualmente, a maior parte da população da Austrália e da Nova Zelândia é de origem europeia (especialmente britânica) e reside em áreas urbanas. A principal atividade econômica de ambos os países é a fabricação de produtos industrializados de alta tecnologia.

Uma curiosidade sobre a Austrália é que mais de 20% de sua população nasceu em outro país. Além disso, é considerada uma das nações com a melhor qualidade de vida e educação no mundo.

A Nova Zelândia, por sua vez, teve suas deslumbrantes paisagens reveladas por meio de uma famosa saga de cinema: a trilogia “O Senhor dos Anéis”. Se você não sabe, a maior parte dos filmes foi filmada no pequeno país. Aliás, o diretor das produções, Peter Jackson, é neozelandês.

Já as outras ilhas da Oceania são habitadas principalmente por populações de origem indígena, que permanecem em áreas rurais. Nesses países, a economia é movida essencialmente pelo extrativismo, pela agricultura e pelo turismo.

Alguns cuidados

A Oceania é um continente riquíssimo, em termos culturais, étnicos e naturais. Com sua mistura de diferentes povos e o encontro entre belíssimas paisagens intocadas e avançados centros urbanos, é uma terra diferente e ainda desconhecida por muitos.

Por isso mesmo, é preciso tomar alguns cuidados ao morar no país. Vamos descobrir quais são eles?

Clima

Boa parte da Oceania apresenta um sol bastante forte. É importante usar protetor solar, mesmo em dias nublados, e reaplicar caso vá passar o dia fora de casa. E não se esqueça de se hidratar constantemente!

Durante o meio do dia, no verão, é bom ficar na sombra. Assim, uma viagem para países como a Austrália pede, nas estações quentes, roupas mais leves, óculos escuros e um chapéu ou boné.

Nesses períodos, não se deve ignorar o perigo de incêndios florestais. Manter-se informado sobre as áreas de risco é fundamental! Caso você decida acampar, por exemplo, respeite as sinalizações, utilize locais designados para fogueiras e sempre apague o fogo ao deixar o local.

Animais

A Oceania apresenta uma fauna exuberante. Por ser um continente isolado, abriga algumas espécies exóticas que só podem ser encontradas por lá. Entre os animais típicos, estão o famoso canguru, o coala, o ornitorrinco, o diabo da tasmânia, kiwi e o cisne negro.

É maravilhoso poder ver animais tão diferentes e curiosos, mas é preciso cuidado também. Se estiver em uma praia na Austrália, nade entre as bandeiras, evite se afastar demais da costa e não entre no mar à noite. Assim, você evita o contato com tubarões ou com a vespa-do-mar, considerada o ser vivo mais venenoso do mundo.

Ao caminhar por áreas florestais, opte por calças e calçados protetores, já que você pode encontrar uma cobra ou aranha. Nas cidades grandes, também é possível encontrar aracnídeos (como a aranha de costas vermelhas) e cobras, mas basta tomar cuidado com buracos e entulhos e tudo ficará bem.

O canguru é o símbolo da Austrália, mas cuidado: se ele se sentir intimidado, pode dar coices. Longe das grandes cidades, há cangurus soltos no campo e na beira de estradas, onde muitos acabam atropelados. Por isso, cuidado ao dirigir!

Apesar da fama assustadora da fauna na Oceania e desses alertas, saiba que acidentes com animais são bastante raros por lá. Inclusive, a preservação da ecologia é assunto seríssimo no continente.

Na Austrália, por exemplo, matar um animal silvestre (seja venenoso ou não) pode levar a multas e mesmo à prisão. Se há algum bicho ameaçando uma pessoa, é levado pelas autoridades para outra área. Portanto, lembre-se de respeitar as leis e costumes locais!

Pessoas

Pode ter certeza de que as pessoas vão te receber muito bem na Oceania! A Austrália, por exemplo, é considerada um dos países mais amigáveis com estrangeiros — o que tem a ver, inclusive, com a miscigenação na região.

Porém, é claro que há diferenças entre a cultura da Oceania e a do nosso país. Ainda que bastante receptivos, os australianos e neozelandeses são mais reservados e não tratam de temas pessoais com quem acabaram de conhecer, por exemplo.

Seja sempre bastante educado e cortês com os oceânicos, sem falar alto demais e sem interromper a fala dos outros. Além disso, evite ficar tocando no seu interlocutor, pois isso pode parecer muito invasivo para eles.

Pontualidade também é uma característica muito valorizada nesses países, principalmente no ambiente profissional. Por isso, tenha sempre muto cuidado com o horário de seus compromissos.

Quando o assunto é diversão, australianos e neozelandeses adoram festas e cerveja, por isso vale a pena aproveitar essas oportunidades para conhecer novos amigos. Dois esportes bastante apreciados no continente são o rúgbi e o cricket — então, nada de criticar ou tirar sarro dessas modalidades que, para nós, ainda são bastante incomuns.

Gostou de saber um pouco mais sobre a cultura da Oceania? Trata-se de um continente que merece ser descoberto, pois guarda diversos encantos, riquezas e possibilidades. Se tiver alguma dúvida ou quiser contar sobre a sua experiência nos países da região, deixe um comentário!

Mail