Hobart na Austrália: o que você precisa saber sobre esse destino

Hobart na Austrália

A Austrália é um país de proporções continentais e que conta com diversas características e destinos marcantes. Por causa disso, é difícil não associá-la ao grandioso Opera House, em Sydney, ou à Grande Barreira de Corais, localizada próxima a Queensland. No entanto, as opções não param por aí: você já ouviu falar sobre Hobart?

A capital do estado da Tasmânia está situada em um dos pontos mais ao sul do país e traz diversas características únicas, que a diferem das grandes cidades australianas. Por ser a menor de todas as capitais, a localidade tem um aspecto muito mais interiorano do que as demais e oferece paisagens belíssimas e passeios inusitados.

Quer saber mais sobre esse destino, infelizmente, ainda pouco explorado? Continue a leitura e embarque em um novo mundo de sabores, cores e passeios inesquecíveis!

Quais são as principais características de Hobart?

Localizada no sudeste do estado da Tasmânia, Hobart conta com pouco mais de 200 mil habitantes e está situada no estuário do rio Derwent, importante fonte econômica da cidade e responsável por áreas de recreação para a população.

Sua posição geográfica confere algumas características bastante singulares ao clima da cidade. Embora seja pouco ensolarada durante o ano, em comparação com outras cidades australianas (cerca de 6 horas por dia), ela é, durante o verão, o local com mais horas de sol do país.

Apesar disso, as médias durante o ano não costumam oscilar muito e o clima é considerado ameno. As ocorrências de neve são raras em Hobart e a cidade conta com belíssimas paisagens, capazes de agradar aos mais variados gostos pessoais.

E para você que pretende fazer um intercâmbio por lá, Hobart ainda possui em seu território excelentes instituições de ensino como a SACE, que oferece cursos de inglês e a TAFE, que oferece cursos técnicos.

Quais são as principais atrações da cidade?

Mount Wellington

O Mount Wellington é um dos pontos mais famosos da cidade. E não é para menos: o majestoso local é um pedaço de vida selvagem próximo e acessível à civilização. Lá está um rico ecossistema, repleto de plantas e animais endêmicos e inúmeras possibilidades para os amantes da natureza.

Além disso, o parque em que o monte se encontra traz alternativas para todos os gostos e diversão para toda a família. As trilhas têm diferentes níveis de dificuldades (podendo incluir escaladas) e há locais para passeios a cavalo, bicicleta, piqueniques e caminhadas.

Salamanca Market

A maioria das cidades ao redor do globo conta com um centro comercial, mas nem todas têm o privilégio de ter um tão charmoso e pitoresco como o Salamanca Market. Essa adorável praça une o prazer das compras com a possibilidade de conferir a gastronomia e a cultura local.

Ademais, esse pequeno espaço foi o cenário de boa parte da história de Hobart. Ali funcionava, graças à proximidade com os portos, grande parte da indústria da cidade. Por isso, caminhar entre as galerias e lojinhas permite que os turistas e moradores façam uma viagem ao passado.

Museum of Old and New Art (MONA)

Embora recente (sua inauguração ocorreu no ano de 2011), esse museu já carrega consigo muitas responsabilidades. Ele é frequentemente comparado ao Guggenheim Museum Bilbao (Espanha) por ser um ousado ambiente cultural localizado em uma cidade pequena e reunir peças modernas e históricas em um só lugar.

O museu foi criado pelo colecionador australiano David Walsh, que expôs mais de 400 obras de arte da sua própria coleção. Além de abrigar variadas obras e fazer exposições inesquecíveis, o MONA traz diversos festivais para a cidade, oferecendo a oportunidade para que artistas mostrem seus talentos, e movimenta a economia local.

Cascade Brewery

A paixão que os australianos nutrem pelas cervejas é conhecida mundialmente. O que poucos sabem, no entanto, é que esse país também carrega uma tradição na produção dessa bebida. A Cascade Brewery, localizada ao sul de Hobart, foi fundada em 1824 e é a produtora mais antiga da Austrália.

Por conta disso, o tour pelo local é carregado de elementos históricos e curiosidades (como o fato do logo da marca conter um animal há muito extinto, o lobo-da-tasmânia) e dura cerca de uma hora. Para participar do passeio, você precisa ter mais de 16 anos e agendar a visita com antecedência.

Bruny Island

Localizada ao sul da cidade, em uma área de terra um pouco afastada da ilha da Tasmânia, Bruny tem diversas atrações interessantíssimas. Para chegar lá, os visitantes precisam tomar uma balsa que sai de Kettering, cidadezinha a pouco mais de 30 km do centro de Hobart.

A ilha é famosa pela sua produção de laticínios, e por isso conta com deliciosas opções de queijos e sorvetes, que podem ser degustados diretamente nas fazendas produtoras. Além disso, passeios guiados pelos faróis e, até mesmo, um cruzeiro podem ser feitos nesse local.

Franklin Wharf

Voltando ao centro da cidade de Hobart, chegou a hora de desembarcarmos na orla de Franklin Wharf. Esse local é um verdadeiro paraíso para os amantes de uma excelente gastronomia combinada a um ambiente relaxante e amigável.

O ponto conta com diversos restaurantes ao redor do píer, de onde pescadores trazem a sua mercadoria. Existem pratos de diversas nacionalidades, incluindo os clássicos australianos, todos a um preço bastante justo.

Battery Point

Visitar esse subúrbio, localizado no extremo sul da cidade, é como fazer uma viagem no tempo, diretamente para o passado. Com maior parte das construções datando mais de 200 anos, o local é uma excelente pedida para os apreciadores de prédios antigos.

O melhor meio de conhecer Battery Point é caminhar pelas ruas, entrar em contato direto com a arquitetura do ambiente e recriar os passos do explorador James Kelly em um passeio guiado. Além disso, nesse local estão pontos turísticos importantes, como a St. George’s Anglican Church e o Narryna Heritage Museum.

E aí, gostou de conhecer os principais detalhes sobre Hobart, Austrália? Esse destino pouco conhecido traz um enorme potencial e pode ser uma ótima alternativa para um intercâmbio, não acha? O que está esperando para adicioná-lo em sua lista de possibilidades?

Compartilhe este texto nas redes sociais com os seus amigos para conhecerem Hobart também! Quem sabe vocês não combinam um intercâmbio juntos?

Mail