Meu visto foi negado, e agora?

visto negado o que fazer

Um dos itens mais importantes e que geram mais dúvidas em futuros intercambistas é o visto. Como é esse documento que permite a entrada e permanência no país, sua obtenção é um processo que precisa ser realizado com cuidado e atenção, pois é cheio de detalhes que não devem passar em branco — lapsos ou equívocos podem causar a negativa de emissão pelo departamento de imigração.

Cada país tem suas próprias regras e tipos de vistos, então o estudante deve ter pleno conhecimento dos processos de seu destino antes de começar a sua aplicação para um visto.

Existem diversas situações que podem levar o estudante a ter o seu visto negado pela imigração. Caso isso aconteça, o que é possível fazer? Continue lendo este post e confira!

Solicite um orçamento e dê o 1° passo rumo ao seu intercâmbio

Motivos para ter o visto negado

Existem diversas razões que podem levar um departamento de imigração a negar um visto. Mesmo que para algumas nações o processo seja um pouco mais ágil e online, como é o caso da Austrália, os formulários são extensos e em inglês, o que pode fazer com que detalhes importantes passem despercebidos pelo solicitante, principalmente se ele não dominar o idioma, por exemplo.

Confira a seguir algumas situações que podem causar a negativa:

Informações divergentes

Cada tipo de visto tem requisitos diferentes e as informações dadas precisam atendê-los. Portanto, é essencial se informar previamente sobre o visto a ser pedido e o que é necessário para consegui-lo.

As informações fornecidas devem responder exatamente e com detalhes ao que está sendo questionado. Mas não deixe de ser objetivo, jamais dê respostas que possam causar algum tipo de dupla interpretação ou dúvida.

Falta de documentação exigida

Solicitar um visto sem ter em mãos toda a documentação exigida aumenta consideravelmente as chances de ele ser negado. Tenha a certeza de que reuniu tudo que a Imigração solicita antes de fazer a aplicação para evitar imprevistos ou surpresas.

Inclusive, confirme se os documentos precisam de algum tipo de autenticação em cartório, se eventuais traduções podem ser simples ou devem ser realizadas por tradutor juramentado, pois assim não restará margem para que eles sejam rejeitados por tais motivos.

Perfil do estudante não combina com o tipo de visto solicitado

Se você aplica para um visto de estudante, não faz muito sentido que as informações fornecidas criem um perfil de quem quer trabalhar temporariamente no país, certo? Construa a sua aplicação de modo que ela transmita a sua intenção genuína de entrada no local, seus objetivos, tempo de permanência, etc.

O que fazer nesses casos

Se o seu visto foi negado, mantenha a calma, pois será necessária uma avaliação detalhada de alguns pontos antes de tentar reverter a situação. Veja algumas ações que podem ser realizadas nesse caso:

Entenda os motivos da negativa

Com a carta do Departamento de Imigração em mãos, leia com atenção os detalhes da negativa para entender exatamente o que causou a não emissão do seu visto. No caso da Austrália e Nova Zelândia, essa carta é bastante detalhada, o que pode facilitar para que você não cometa os mesmos erros de aplicação uma segunda vez.

Se for o caso, entre em contato com o Departamento de Imigração do país para tirar dúvidas acerca da negativa e se há algo que pode ser feito imediatamente para sanar o problema.

Informe-se sobre a possibilidade de correção

Verifique com o Departamento de Imigração se existe a possibilidade de corrigir as informações e/ou juntar documentos adicionais para uma nova aplicação do visto. Isso pode agilizar bastante a solução do problema e reduzir o seu trabalho.

Para vistos australianos e neozelandeses, não há necessidade de esperar tempo determinado para uma nova aplicação (exceto para caso de fraudes que falaremos a seguir), o importante é que as causas da negativa sejam resolvidas. Portanto, é preciso que o aplicante saiba as raízes da rejeição para que possa se adequar antes da nova aplicação, pois além da frustração de não ser aprovado, os custos de cada tentativa são consideráveis.

Verifique se você se aplicou para o visto correto

Com os formulários em mãos, analise se a sua aplicação foi direcionada para a categoria correta de visto que você precisa. Existem muitos tipos de vistos, alguns inclusive semelhantes, o que pode causar equívocos na hora do preenchimento dos formulários e de juntar os documentos.

Faça uma revisita aos requisitos e exigências do visto que você deseja e do qual se aplicou, releia todas as regras e etapas do processo de aplicação. Se você não domina o idioma, peça ajuda ou busque a assessoria de uma agência de intercâmbio especializada.

Reavalie o seu projeto de intercâmbio

Também é preciso analisar se o seu perfil atende ao programa que você escolheu.

Valores monetários que precisam ser comprovados, curso que deseja realizar, custos, moradia, etc. são itens que devem conversar entre si e com as informações prestadas na aplicação. Às vezes, vale a pena uma reavaliação das suas intenções para reduzir as chances de uma nova negativa.

Nunca minta ou omita informações relevantes

As punições para tentativa de fraude em aplicações de visto podem ser severas e prejudicá-lo a longo prazo, portanto nunca forneça informações falsas ou omita detalhes que possam ser relevantes e, muito menos, falsifique documentos.

Em situações como essas, o Departamento de Imigração bloqueia o aplicante no sistema e ele fica impedido de fazer novas aplicações de vistos — no caso da Nova Zelândia e da Austrália, a suspensão é de 10 anos, que é um prazo realmente bem longo quando se é um intercambista querendo explorar o mundo por aí, não é?

Não desista

Mesmo que você tenha o seu visto negado, não desista do seu projeto de intercâmbio. Sabemos que pode ser desanimador em um primeiro momento, mas com uma boa assessoria e análise tudo pode ser contornado e resolvido.

Agências especializadas no país que você escolheu podem ajudá-lo antes da aplicação, reduzindo os riscos de ter o visto negado e fazer com que seu sonho aconteça!

A AC Australian Centre conta com um departamento especializado que oferece suporte completo para a aplicação dos mais diversos vistos para Austrália e Nova Zelândia. Com essa assessoria, você terá toda tranquilidade também nessa importante etapa do seu intercâmbio.

Ficou mais tranquilo com as nossas explicações? Já teve o seu visto negado? O que você fez para reverter esse processo? Ainda restam dúvidas? Conte para nós nos comentários!

Mail