Conheça as oportunidades do mercado de trabalho em Christchurch

trabalho em Christchurch

Já imaginou morar e trabalhar na Nova Zelândia por um tempo? Neste post vamos mostrar as oportunidades de trabalho em Christchurch, a terceira maior cidade do país, e explicar o motivo pelo qual cada vez mais brasileiros têm buscado viver por lá.

Uma matéria do jornal O Globo, publicada em março de 2018, lista alguns países que buscam profissionais estrangeiros e qualificados para aquecerem suas economias, e a Nova Zelândia aparece nessa lista como um dos favoritos pelos jovens.

Será que há tantas oportunidades de trabalho em Christchurch? A resposta é: sim, estão sobrando vagas por lá! Se você quer entender melhor essa oportunidade e saber como aproveitá-la, continue a leitura deste artigo!

Por que uma empresa neozelandesa me contrataria?

Um fator econômico muito comum na Nova Zelândia ajudou a criar um cenário favorável ao estrangeiro que pretende morar no país. O que acontece é que muitos jovens qualificados de lá se formam e buscam oportunidades na vizinha Austrália, e essas vagas abertas pelas empresas precisam ser preenchidas por alguém — é aí que você entra!

O país apresenta oportunidades nos mais variados setores: construção civil, agricultura (representa 44,6% do comércio internacional do país), geologia, pesquisa científica, tecnologia da comunicação e informação e tecnologia aplicada à saúde são alguns exemplos. Detalharemos melhor a seguir.

Quais são as oportunidades disponíveis para trabalho em Christchurch?

Christchurch é uma cidade com aproximadamente 400 mil habitantes. De acordo com o site oficial do Governo Neozelandês, as oportunidades no país, com destaque para as maiores cidades, estão por todos os lados.

Agricultura

O mercado agrícola neozelandês representa boa parcela da economia, sendo responsável por quase 45% de todo o comércio internacional do país. Esse mercado gera diversas oportunidades de trabalho aos estudantes, incluindo estrangeiros — o governo promove ações exclusivas para latino-americanos que queiram ingressar nesse setor.

Engenharia civil, mecânica e elétrica

A cidade de Christchurch se destaca por ter a menor taxa de desemprego (4,2%) da Nova Zelândia e pelo mercado de trabalho aquecido, principalmente na área de engenharia — é uma oportunidade única para quem está em início de carreira.

Turismo

Recém-descoberta por imigrantes, turistas e intercambistas, Christchurch é também uma das principais portas de entrada de jovens que pretendem estudar inglês ou cursar uma faculdade.

Tudo isso possibilitou o desenvolvimento de um polo cosmopolita, com uma mistura incrível de idiomas, culturas e temperos. Com a chegada desses visitantes, novas oportunidades de trabalho surgem a cada dia e movimentam o mercado de turismo na cidade por meio de hostels, restaurantes, bares etc.

Tecnologia da informação

Outro mercado promissor na Nova Zelândia é o de tecnologia da informação. Em 2017, a Agência de Desenvolvimento Econômico do país decidiu garimpar pelo mundo os profissionais de TI para suprir uma demanda no mercado neozelandês. A cidade de Christchurch, já conhecida por ser uma das capitais financeiras do país, também entrou na dança, e não é muito difícil encontrar anúncios de empresas de RH buscando trabalhadores dessa área.

Pesquisa científica

Há infinitas oportunidades para quem deseja trabalhar com pesquisas científicas, especialmente as ligadas à agricultura e à geologia. Com o crescimento da exploração petrolífera na Nova Zelândia, há cada vez mais postos de trabalho para geólogos que estudam petróleo e gás.

Tecnologia aplicada à saúde

Outro mercado muito aquecido é o de máquinas e aparelhos voltados para procedimentos clínicos. Graças à exportação desse tipo de tecnologia, muitas empresas se instalaram nas maiores cidades do país e aquecem a economia, gerando oportunidades de trabalho aos visitantes.

O que preciso para conseguir um trabalho em Christchurch?

Apesar de o mercado de trabalho estar aquecido e com muitas oportunidades de emprego, o processo de imigração depende de alguns fatores importantes. Um deles, por exemplo, é o domínio do inglês. Mas calma: isso não é um impeditivo. Mais abaixo vamos explicar as diferenças de oportunidades para quem quer viver na Nova Zelândia.

Visto de trabalho

Quem já é formado e busca um trabalho em Christchurch ou em qualquer outra cidade vai precisar requerer um visto de imigração para trabalho na Nova Zelândia. Para contratar um estrangeiro, a empresa precisa comprovar que nenhum neozelandês estava disponível para o cargo e, por isso, concedeu o visto ao imigrante. Você pode consultar uma agência especializada e conferir os requisitos necessários.

Permissão de trabalho para estudantes

Os programas de intercâmbio são o caminho mais fácil e prático para conseguir estudar e trabalhar na Nova Zelândia. Nesses casos, o imigrante recebe um visto de estudante com permissão de trabalho. É uma oportunidade para quem tem tempo limitado entre estudo e trabalho, além de ser uma excelente maneira de aprimorar o idioma.

Regras

O sistema educacional na Nova Zelândia tem regras para quem pretende estudar e trabalhar no país. A carga horária de trabalho vai variar de acordo com a carga de estudos. A partir de 14 semanas de curso, por exemplo, o estudante tem a permissão de trabalho de 40 horas quinzenais. O estudante deve estar matriculado em uma escola de nível 1 pelo NZQA, o que dá a permissão legal para o aluno trabalhar no período do curso.

Estou estudando em uma universidade no Brasil. Posso concluir meu curso na Nova Zelândia e trabalhar lá?

Pode sim. Essa prática de intercâmbio durante o curso se chama graduação sanduíche. Você poderá escolher algumas matérias em uma universidade estrangeira e fazer um semestre ou dois lá. Além de dar esse gás no currículo, você tem a possibilidade de realizar trabalhos acadêmicos e estágios em empresas locais, tendo em vista que o programa concede a permissão de trabalho por conta do visto de estudante.

É interessante consultar uma agência de intercâmbio para se informar sobre os requisitos necessários.

Preciso sair do Brasil para procurar trabalho em Christchurch?

O caminho mais indicado para conseguir um trabalho na Nova Zelândia é por meio de um programa de intercâmbio. A oportunidade pode estar nas salas de aula, pois a agência de educação ligada ao governo trabalha fortemente na captação de estudantes estrangeiros para o mercado de trabalho — sem contar que o networking com os amigos de classe pode ajudar mais ainda.

A procura pode ser feita também por meio de classificados, sites, jornais, agências de RH e anúncios diretamente nas portas dos estabelecimentos, indicação, como restaurantes, bares, fábricas, entre outros.

Essas informações são úteis para quem pretende estudar ou conseguir um trabalho em Christchurch, uma das cidades neozelandesas mais promissoras para quem busca crescimento pessoal e profissional.

Curtiu as dicas? Quer saber ainda mais sobre oportunidades de estudo e trabalho na Nova Zelândia e Austrália? Siga nossa página do Facebook e fique por dentro de todos os conteúdos!

Mail