Fique por dentro de tudo sobre trabalho na Austrália para brasileiros!

trabalho na Austrália para brasileiros

Você já pensou em trabalhar no exterior? Se a resposta foi positiva, se prepare: as opções vão muito além do eixo Europa e Estados Unidos. Felizmente, cada vez mais pessoas têm conhecido as maravilhas das alternativas de trabalho na Austrália para brasileiros.

Esse país, repleto de belezas naturais, é perfeito para quem já está acostumado ao ritmo do Brasil. As praias e o clima ameno dão o tom com o qual nós já estamos habituados e a simpatia das pessoas faz com que não sintamos um grande choque de costumes. Além disso, a Austrália é uma terra com crescentes oportunidades profissionais.

Quer expandir seus horizontes e dar um novo passo em sua carreira? Confira, então, tudo o que você precisa saber antes de tomar essa decisão para que ela seja feita com segurança e com todas as informações em mãos. Boa leitura!

Por que escolher a Austrália?

Apesar de ser um país considerado jovem (sua independência do Reino Unido se deu apenas em 1901), a Austrália cultiva a reputação de ser uma nação organizada, promissora e economicamente estável. Por conta disso, efeitos da grande crise econômica que atingiu diversos países praticamente não foram sentidos por ali.

Para os trabalhadores, a grande ilha é um verdadeiro paraíso de oportunidades. A taxa de desemprego do país é muito baixa e a Austrália — assim como a Nova Zelândia — é um excelente destino para quem busca bons empregos com salários ainda melhores. O salário mínimo australiano é um dos maiores de todo o planeta e está em torno dos AU$ 18,60 por hora.

Além disso, há vagas desde empregos de base aos mais específicos, destinados para pessoas que têm uma maior qualificação profissional. Portanto, a Austrália é o lugar certo para quem quer crescer profissionalmente, não importa a partir de onde.

Quais são os primeiros passos que devem ser dados?

Obviamente, é necessário pensar em alguns pontos antes de comprar as passagens e fazer as malas. Confira os principais:

Documentação para entrar no país

Antes de embarcar nessa viagem, é necessário pensar em qual tipo de visto será solicitado. Os mais comuns, que não abrangem os casos mais específicos (como a dupla cidadania, por exemplo) são o Visto de Estudo e Trabalho e o Programa de Imigração de Trabalhadores Qualificados (Skilled Migration Program).

Para os que procuram investir nos estudos e quer trabalhar durante o período de intercâmbio, o primeiro é o mais indicado. Ele requer que o indivíduo esteja matriculado em algum curso, como inglês, técnico, graduação ou pós-graduação, e concede a permissão de trabalhar 40 horas quinzenais.

Já o segundo é um pouco mais complexo e envolve várias etapas, formulários e entrevistas. Para se candidatar, sua área de conhecimento deve estar listada na lista de profissões em demanda na Austrália.

A documentação exigida em cada um dos casos pode variar de acordo com o solicitante. Para informações mais específicas, é preciso entrar em contato com a Embaixada Australiana e verificar qual é a papelada necessária.

Nível do inglês

Chegar em um país completamente novo sem qualquer conhecimento prévio do idioma falado no lugar pode ser um tanto quanto complicado.

Com o visto de Estudo e Trabalho e o auxílio de uma agência de intercâmbio, os níveis básico e intermediário permitirão boas vagas de emprego, mas em áreas consideradas “de base”, como atendimento, telemarketing, participação em eventos, entre outros.

Para empregos que exigem qualificação, no entanto, o nível requerido pode ser muito maior. A maioria dos empregadores exige certificações no idioma e a fluência é um grande diferencial em casos como esses.

Escolha da cidade

Um dos pontos mais importantes antes de se mudar para a Austrália é a escolha da cidade que se tornará o seu lar. Embora não seja uma decisão definitiva, ela pode determinar toda a sua adaptação com o país e impulsionar o seu sucesso.

Por contar com um vasto território, como o Brasil, as cidades australianas podem ser muito diferentes entre si. Há ambientes mais calmos e tranquilos, com uma vibe interiorana, e outros em que o ritmo é bastante acelerado. Por isso, escolha um lugar que tenha mais a ver com o seu estilo de vida.

Escolha entre os tipos de emprego

Há, basicamente, dois tipos de trabalho na Austrália para brasileiros: o part time job e o full time job. Como os próprios nomes já dizem, eles se referem às horas que serão trabalhadas.

O primeiro indica os trabalhos de meio período (4 horas por dia), que normalmente estão relacionados á pessoas que estão estudando no país. Os estudantes podem trabalhar full time apenas no período de férias das aulas e a permissão de trabalho está vinculada à validade do visto.

Já o segundo é o emprego padrão, conhecido popularmente como 9 to 5. A carga horária é de cerca de 38 horas trabalhadas por semana e aqui estão inseridos os empregos que exigem uma qualificação maior.

Emissão de documentos para trabalhar

Alguns documentos são necessários para trabalhar na Austrália. Eles devem ser solicitados o quanto antes para formalizar as relações entre empregador e funcionário, garantindo todos os direitos e evitando problemas futuros. Alguns deles são:

  • Tax File Number (TFN);
  • Blue Card;
  • White Card;
  • Responsible Service of Alcohol (RSA).

O único documento que serve para qualquer função é o TFN, que funciona como o seu número de registro naquele país. Os demais são certificações específicas de cada função trabalhada, existindo documentos para as funções de babá, médico, advogado, bartender, entre outros.

Como procurar um trabalho na Austrália?

Agora que você já sabe como funciona o trabalho na Austrália, que tal descobrir quais são as formas mais simples de procurar um emprego nesse país? Vamos lá!

Conte com a ajuda de uma agência

Essa é, sem dúvidas, a dica mais importante. Se mudar ou estudar no exterior pode ser bastante intimidador e as agências de intercâmbio servem como um intermediador entre você e o país, auxiliando na comunicação entre as partes e ajudando em sua adaptação.

Por isso, contar com esse ombro amigo pode ser fundamental na hora de encontrar um emprego na Austrália. As agências têm todo o know-how necessário, conhecem todos os trâmites e sabem exatamente como e onde procurar as melhores vagas disponíveis.

Faça uso de sites de vagas de emprego

É claro que contar com o auxílio de uma agência não impede que você também faça as suas buscas. Para isso, existem diversos sites que oferecem vagas de forma intuitiva e bastante prática. Os principais são:

Quais são as principais dicas para conquistar um emprego na Austrália?

Apesar de contar com inúmeras vagas de emprego para os mais diversos tipos de carreiras, a competição também é grande. Por isso, é importante se destacar positivamente para agarrar as melhores oportunidades. Confira algumas boas práticas infalíveis:

  • invista em um currículo atraente;
  • cultive uma boa rede de contatos;
  • se atualize e se qualifique;
  • estude muito;
  • pratique a imersão na cultura e no dia a dia australianos.

E aí, gostou de saber mais sobre o trabalho na Austrália para brasileiros? Com essas informações, fica mais fácil dar aquele tão sonhado passo em direção ao exterior e tomar novos rumos profissionais e pessoais. Boa sorte!

Enquanto você está por aqui, aproveite e confira como uma agência pode ajudar a conseguir grandes oportunidades de emprego fora do Brasil!

Mail